Imagens das páginas
PDF
ePub

donde estauão bradando aos nossos ĝ os não malassem, que erão Christãos. E algủs se forão logo a Lopo soarez a pedirlhe por amor de nosso senhor que mandasse cessar ho fogo por se não queimarem algủas igrejas de nos· sa senhora, & dos apostolos que auia na cidade: & as

casas tainbem que estauão de mestura com as dos gêtios, & dos mouros. E por seu rogo madou ele que fizessem cessar ho fogo. E assi se fez, mas com tudo erå ja queimadas muytas casas, que por serem feytas de madeira arderão logo. E apagado ho fogo forảo roubadas as casas dos mouros que forão muytas & despois queimadas, & assi cinco naos & os paraós. E Lopo soarez quisera ir pelejar com Nambeadarim que estaua hi perto, & indo ele lhe fugio & por isso se tornou : & feytos algữs caualeyros se foy pera a nossa fortaleza, onde el rey de Cochim ho foy visitar.

CAPITOLO XCV.

De como el rey de. Tanor pedio paz ao capitão mór

Lopo soarez. E

dahi a dous ou tres dias chegou hů embaixador del rey de Tanor rey do Malabar & vezinho delrey de Calicut, que lhe disse da sua parte que seria vassalo del Rey de Portugal se lhe desse ajuda contra el rey de Calicut s lhe fazia guerra : & que lha deuia de dar porque sabendo ele que el rey de Calicut ya em socorro de Cranganor se posera em cilada com quatro mil Naires, & The matara dous mil, & ho desbaratara : pelo que el rey de Calicut não podera socorrer a Cranganor. E logo Lopo soarez o recebeo por vassalo del rey de Portugal, & mandou Pero rafael em sua ajuda que foy na sua carauela cổ ce Portugueses, que pelejarão tambem q desbaratarão el rey de Calicut, & lhe matarão muyla gente: do que ficou mais abatido que com as vitorias de Duarte pacheco por ser cổ seu vezinho, q foy causa de

TOMO I.

MM

The os outros perderem ho medo, & se leuantarem contrele, & por isso os mouros de Calicut & de Crăganor desconfiarão de poderem tratar pera Meca q muylos determinarão de se tornar pera suas terras, pera o q carregarão dezasete naos grossas em Pandarane.

CA P I T O L O XCVI.

De como ho capitão mór Lopo soarez pelejou com os

mouros em Pandarane. Chegado ho têpo de Lopo soarez se partir pera Portugal deixou pera segurança de Cochi hìa armada de duas carauelas & hùa nao, de que ficou por capitão mor hû fidalgo que auia nome Manuel telez de vascõcelos , & por seus capitães Pero rafael, & Diogo pirez. E de ficar este Manuel telez & não Duarte pacheco pereyra, pesou muyto a el rey de Cochim, & se não conhecera Lopo soarez por tão seco de condição sempre lhe pedira que ficara Duarte pacheco por capitão mor, & rogoulhe a ele que lho rogasse: do que Duarte pacheco se escusou. E conhecendo el rey a causa porque ho fazia, não quis apertar coele que ho fizesse: & não tědo nada que lhe dar offreceolhe grande soma de pimenta, que lhe ele não quis lomar porque sabia a necessidade ộ tinha dela : & deixando grâde soidade em el rey de Cochim & em todos os seus se foy embarcar, & partiose com Lopo soarez que por roim pilotagem escorreo ho porto de Panane que quisera tomar pera se ver com el rey de Tanor. E dali por diãte mådou a Pero rafael & a Diogo pirez que fossem diante da frota vigiando ho mar: & sendo eles tanto auante como Pandarane ao longo de terra, sayrålhe do porto dez paraos de mouros da côpanhia das dezasete naos que disse : & de cuydarem que Lopo soarez nå ousaria de pelejar coeles por ire as suas naos carregadas, The começară de tirar com a artelharia dädo grandes gritas. Lopu soarez & os outros capitães q yão alamar ouuindo as bõbardadas arribarão a terra, & chegarão tão perto que virão as dezasete naos que carregauão. E sabedo Lopo soarez que erão de mouros, assentou em conselho de pelejar coelas nas carauelas & nos bateis da armada que erão quinze : porque as Naos por irem carregadas não poderião chegar a terra onde as outras estauão: & mais ģ em chegãdo a elas as aferrassem : & porą os mouros erã muytos & os poderião tratar mal em os aferrådo posessem logo fogo. E embarcados todos forão contra as naos que estauao de dentro dů arrecife pegadas bữas com as outras & as popas e terra , & os lemes atravessados nas proas & tinhão boa soma dartelharia, & muyta gente a mais dela branca, & estes frecheiros : & na boca do arrecife estaua hüa estancia com dous tiros pera defender a entrada. E quetendo Lopo soarez entrar no arrecife, vio que adauão ás carauelas largas de terra por não auer véto & os bateis yão a remos, pelo q tornou pera as rebocar com ho batel em ở ya. E os outros capitães posto que ho virão não quiseråo tornar & passarão auanie fazendo apertar ho remo: porą os pelouros chouião da parte dos mouros & as frechas erã sem conto. E como os bateis erão raSOS,

& as naos altas ficauão os Portugueses em discuberto & recebião muýto dãno. E com tudo rõperão per antre toda aquela multidão de tiros : & entrando no arrecife bradando por Santiago forão aferrar as naos : & ho primeyro capitão que aferrou foy Tristão da silua. E como a gente da nao era muyta derālhe tantas frechadas, pedradas & zagunchadas que ho fizerão desaferrar, & foy a ferrar com outra em que por não auer tanta gête entrou logo cổ os seus a pesar dos mouros que lho quiserão defender , de q forão mortos algûs & os outros lançarase ao mar. E Tristão da silua aferrando coesta aferrou Afonso lopez da costa com outra que parecia a capitaina , de que era capitão hứ turco, & assi os que estauảo coele q erão muylos. E ao aferrar foy a pedrada, & lançada tanta que era cousa despánto: & foy acerlo que antes dos nossos chegarê a ela tirarålhe os immigos com hủ tiro do cõues, & com a força do couce que deu desfez hů pedaço da amurada da nao: & abriose hů grande portal, em que os immigos não atentarão por acodirem á proa da nao. E ficando ho nosso batel ao longo dela daquela parte donde estaua ho portal, entrarão os nossos por ele. E os primeyros que entrarão forão ho mestre Dafonso lopez, & hủ Aluaro lopez criado del Rey, que agora he escrivão da camara de Santarem, & assi outros de que não pude saber os nomes : que todos juntos com outros que despois entrarão pelejarão cổ os inmigos : & matando muytos fizerão meter hùs debaixo de cuberta, & outros saltar na agoa: de que se afogarão a mór parte, porque leuauão sayas de maIha. Juntamête com estes capitães aferrou Pedrafonso daguiar cỏ outra nao de hûa bãda, & Lionel coutinho da outra : & assi Duarte pacheco, Vasco carualho, Antonio de saldanha , & Ruy lourenço , & todos ho fizerão muy esforçadamente. E assi como tomavão a nao, The punhão logo ho fogo que se ateou nelas com muyta furia. O que fez grande espăto nos immigos, & desmayarão de maneyra que os mais se lançarão ao mar. E andando nisto chegou Lopo soarez com as carauelas : & entrado no arrecife, q as deixou da toa hû dos tiros de terra deu logo com hủ pelouro pola carauela de Pero rafael & matoulhe tres homës , & feriolhe dez. E por falta do vento a leuou a agoa que enchia , & deu coela na gorja de hũa nao das que eslauão por aferrar, que tinha muyla gente. E como a nao era mais alta que ela , & a tinha debaixo da proa, em que os imigos carregarão, tratauão muylo mal os nossos. E outra bombardada matou ho mestre a Diogo pirez que ya gouernando a carauela : & deixando de gouernar antes que lhe acodissem ao leme foy dar sobre hûs penedos, em ở jouue ate a batalha ser acabada. E vědo Lopo vaz ho perigo em ģ Pero rafael estaua , madou s lhe acodissem: & assi ho fizerão entrado na carauela que estaua chea de mouros : & os nossos ho fizerão tambem que os fizerão despejar: porem os da carauela ficarão todos feridos. E entre tâto iodas as naos dos immigos forão queimadas, & aquela por derradeyro é que ardeo muyla fazêda que estaua ja carregada. E porque em terra auia muyta gente ġ se ajuntaua quầto podia & dos nossos estauão muytos feridos, sayose Lopo soarez cổ os seus capitães & foyse ás naos : onde achou que forão dos nossos mortos vinte cinco, & feridos cēlo & vinte sete : porē a vitoria foy muyto grande, porque a fora ardere as naos com muyta riqueza ở tinhão, soubese por mouros de Cananor q forão mortos naquela peleja duas mil almas. E coeste destroço ficou el rey de Calicut tảo destroçado, q dahi a bõs' dias se não pode restaurar, porque perdeo ali muy to, & os mouros se forão todos de Calicut: pelo que auia tamanha fome que se despouoaua a cidade.

assi

CAPITOLO XCVII.

[ocr errors]

De como ho capitão mór Lopo soarez chegou a Lisboa

& da muyto grande honrra que el rey don Manuel fez a Duarte pacheco. A. outro dia que foy o primeyro de Ianeyro se parlio Lopo soarez pera Cananor pera se abarrotarem as naos : & chegado soube do feytor q sua vitoria fora muyto sentida dos mouros, & ficarão coela tão quebrados que auia por seguros os nossos que ficauão na India: porque següdo a soberba que ate que fora a vitoria vira nos mouros de Cananor sempre lhe parecera q auião de ho matar, & aos que estauão em sua cõpanhia: & ho mesmo The disse el rey de Cananor. E auědose Lopo soarez de partir, antes de sua partida fez hìa fala a Manuel telez & aos q ficauảo coele sobre o q aujão de fazer: trazendolhes a memoria a Duarte pacheco: & não lhe quis deixar mais armada do que deixou Francisco dalbuquerque & cě homés de peleja. Porem não quue na India

« AnteriorContinuar »