O inconsciente a cŽu aberto da psicose

Capa
JORGE ZAHAR, 2007 - 261 páginas
Lacan orientou os psicanalistas a não recuarem diante da psicose, que ele descreveu como 'inconsciente a céu aberto'. Colette Soler, psicanalista formada no divã do próprio dr. Lacan, aceita o desafio; investiga a psicose e estuda a principal argumentação de seu mestre, buscando submetê-la ao teste da clínica e medir seu alcance e limites. Soler parte da proposta estrutural de Lacan que inclui a psicose no campo da fala e da linguagem; a linguagem não é um simples instrumento do sujeito, mas seu operador, no sentido em que é ela quem o produz, definindo até mesmo o campo de sua realidade.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Outras edições - Visualizar todos

Informações bibliográficas