O Brasil antenado: a sociedade da novela

Capa
Jorge Zahar Editor, 2005 - 193 páginas
Por que certas novelas conquistam o público e outras não? Como influenciam a sociedade? Quais os limites entre realidade e ficção? Resultado de um estudo orientado pelo renomado antropólogo Marshall Sahlins, o livro discute essas e outras questões combinando pesquisa histórica, análise de texto, entrevistas e observação participante. Ao traçar a evolução das novelas desde 'Roque Santeiro' até 'O Rei do Gado' e 'O Clone', passando por 'Pantanal', a autora expõe o poder da teledramaturgia na constituição de práticas e relações sociais.'O Brasil antenado' mostra que nada é óbvio nessa operação chamada novela. Esther Hamburger revela com primor a lógica das pesquisas de audiência e o pacto que se estabelece com o telespectador, assim como delimita de que forma as novelas transitam entre classes e gêneros. Capítulo importante da reflexão sobre uma das mais populares manifestações da indústria cultural, investiga os mecanismos de produção de telenovelas e suas possíveis implicações na história recente do país.

De dentro do livro

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Conteúdo

De Corpo eMma e o assassinato de Daniela Perez 7
A Especificidade da Indústria Televisiva Brasileira 21
Interseção e Disjunção 62
Direitos autorais

6 outras seções não mostradas

Outras edições - Visualizar todos

Termos e frases comuns

Informações bibliográficas