Schiller & a cultura estética

Capa
Jorge Zahar Editor Ltda, 2004 - 72 páginas
As reflexões de Friedrich Schiller (1759-1805) sobre os efeitos da cultura estética na formação do homem, desenvolvidas na correspondência com o Príncipe de Augustenburg em 1793, são apresentadas nesse volume e expressam sua atitude crítica diante de três marcos da modernidade nascente: a obra de Kant, a Aufklärung e a Revolução Francesa.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Outras edições - Visualizar todos

Informações bibliográficas