O Olhar em Psicanálise

Capa
Jorge Zahar Editor Ltda - 128 páginas
Este livro retoma a teoria freudiana da pulsão escópica, onde o jogo das três vozes - ativa, reflexiva e passiva - se exerce nos três tempos da pulsao; olhar, olhar-se, ser olhado. Nasio sublinha a fascinação, aquilo que enceguece pelo foco de luz que vem do Outro. Propõe ainda a tese de que o olhar do psicanalista é uma autopercepção endopsíquica, isto é, aquilo que ocorre no momento da emergência de uma imagem escópica, quando o próprio inconsciente percebe o inconsciente.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Outras edições - Visualizar todos

Informações bibliográficas