Revista trimensal do Instituto Geográphico e Histórico da Bahia, Volume 1,Edição 2

Capa
Instituto Geográphico e Histórico da Bahia, 1894
 

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Páginas selecionadas

Conteúdo

Outras edições - Ver todos

Passagens mais conhecidas

Página 207 - Deus, fazemos daqui nossa partida. Esta terra, Senhor, me parece que da ponta que mais contra o sul vimos até outra ponta, que contra o norte vem, de que nós deste porto houvemos vista, será tamanha que haverá nela bem vinte ou vinte e cinco léguas por costa.
Página 199 - Então tornou-se o Capitão para baixo, para a boca do rio, onde desembarcamos; e além do rio andavam muitos deles dançando e folgando, uns diante dos outros, sem se tomarem pelas mãos. E faziam-no bem.
Página 191 - ... compridão de um couto, mui basta e mui cerrada, que lhe cobria o toutiço e as orelhas, a qual andava pegada nos...
Página 201 - ... tinham de dentro muitos esteios, e de esteio a esteio uma rede atada pelos cabos em cada esteio, altas em que dormiam, e debaixo, para se aquentarem, faziam seus fogos; e tinha cada casa duas portas pequenas, uma em um cabo e outra no outro...
Página 198 - Ali veríeis galantes, pintados de preto e vermelho, e quartejados, assim pelos corpos como pelas pernas, que, certo, assim pareciam bem. Também andavam entre eles quatro ou cinco mulheres, novas, que assim nuas, não pareciam mal. Entre elas andava uma, com uma coxa, do joelho até o quadril ea nádega, toda tingida daquela tintura preta; e todo o resto da sua cor natural.
Página 202 - Alguns diziam, que viram rolas, mas eu não as vi; mas, segundo os arvoredos são mui muitos e grandes e de infindas maneiras, não duvido que por esse sertão haja muitas aves: e acerca da noite nos volvemos para as naus com nossa lenha.
Página 205 - E hoje, que é sexta-feira, primeiro dia de Maio, pela manhã saímos em terra com nossa bandeira, e fomos desembarcar acima do rio contra o sul, onde nos pareceu que seria melhor chantar a cruz para ser melhor vista, e ali assinou o capitão onde fizessem a cova para a chantar.
Página 192 - Sábado pela manhã mandou o Capitão fazer vela, e fomos demandar a entrada, a qual era mui larga e alta de seis a sete braças...
Página 200 - Ali davam alguns arcos por folhas de papel e por alguma carapucinha velha e por qualquer coisa.
Página 192 - Viu um delles umas contas de rosário brancas; acenou que lh'as dessem, e folgou muito com ellas, e lançou-as ao pescoço. E depois tirou-as e embrulhou-as no braço; e acenava para a terra, e então para as contas e para o collar do capitão, como que dariam ouro por aquillo. Isto tomávamos nós assim pelo desejarmos, mas se elle queria dizer que levaria as contas e mais o collar, isso não queríamos nós entender; porque lh'o não havíamos de dar.

Informações bibliográficas