Historia de Portugal, Volume 1

Capa
Parceria A.M. Pereira, 1908
0 Resenhas
As avaliações não são verificadas, mas o Google confere e remove conteúdo falso quando ele é identificado
 

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Páginas selecionadas

Passagens mais conhecidas

Página 180 - A volta do tablado postaram-se os juizes do crime, aconchegando as capas das faces varejadas pelas cordas da chuva. Do lado da barra reboava o mugido das vagas que rolavam e vinham chofrar espumas no parapeito do cais.
Página 157 - R"" o haver proposto a EIRei que conseguisse do papa o livrarnos de espiritos malignos, e de feitiços, que causavam n'este reino. tanto danmo, e não ouvia cpie os sentissem outras nações.
Página 170 - Manifesto é que estes descobrimentos de costas, ilhas e terras firmes não se fizeram indo a acertar; mas partiam os nossos mareantes mui ensinados e providos de instrumentos e regras de astrologia e geografia, que são as cousas de que os cosmógrafos hão de andar apercebidos. Levavam cartas mui particularmente rumadas, e não já as que os antigos usavam, que não tinham mais figurados que doze ventos, e navegavam sem agulha».
Página 271 - Fomos ao rio de Meca, pelejámos e roubámos, e muito risco passámos à vela, árvore seca.
Página 41 - Torrada pelo sol a face barbeada, de olhar vivo, gesto livre, porte nobre e seguro, bizarro, folgasão, hospitaleiro e communicativo, o alemtejano exprime no seu todo a grandeza um tanto austera do chão sobre que vive. Não é decerto um grego de Athenas, mas é um grego da Beocia. Os seus campos são um granel, os seus montados um viveiro. Quando nas longas e alinhadas estradas, entre...
Página 181 - Depois, mostraram-lhe um a um os instrumentos das execuções, e explicaramlhe por miudo como haviam de morrer seu marido, seus filhos, eo marido de sua filha. Mostraram-lhe o masso de ferro que devia matar-lhe o marido a pancadas na arca do peito, as tesouras ou aspas em que se lhe haviam de quebrar os ossos das pernas e dos braços ao marido e aos filhos, e explicaram-lhe como era que as rodas operavam no garrote, cuja corda lhe mostravam, eo modo como ela repuxava e estrangulava ao desandar do...
Página 49 - O conjuncto dos nossos pensamentos moraes, o caracter dos movimentos que compõem o systema do desenvolvimento das instituições, o das condições das classes, e até as linhas geraes da nossa vida politica, são apenas um aspecto do systema da historia da peninsula iberica.
Página 167 - Oriente ; entre ambos, D. Henrique foi o heroe (1) V. As raças humanas, i pp. 94-6 e O Brazil e as colon.tyort. (2.« ed.), pp. 244-8. pertinaz e duro, a cuja força Portugal deveu a honra de preceder as nações da Europa na obra do reconhecimento e vassallagem de todo o globo.
Página 180 - A marquesa apeou-se da cadeirinha, dispensando o amparo dos padres. Ajoelhou no primeiro degrau da escada, e confessou-se por espaço de 50 minutos.
Página 173 - O terramoto — O marquês de Pombal E o senhor arrasou a cidade com todos os seus moradores e os seus arrabaldes, e todo o viço das terras».

Informações bibliográficas