Obras posthumas de A. Gonçalves Dias

Capa
H. Garnier, 1846 - 352 páginas
0 Resenhas
As avaliações não são verificadas, mas o Google confere e remove conteúdo falso quando ele é identificado
 

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Páginas selecionadas

Outras edições - Ver todos

Passagens mais conhecidas

Página 268 - Instituto, tendo de reduzir a escripto as observações acerca deste assumpto, com que tive o arrojo de solicitar a sua attenção, ea mal esperada ventura de a captivar por alguns instantes. Entro em matéria. Para que o descobrimento do Brazil por Cabral não fosse obra de mero acaso, seria preciso que antes da sua viagem este navegante tivesse ou podesse ter tido conhecimento das terras da America. Certo que ellas haviam sido anteriormente descobertas e visitadas, se podem ser considerados verdadeiros...
Página 265 - Silva : < O descobrimento do Brazil por Pedro Alvares Cabral foi devido a um mero acaso, ou teve elle alguns indícios para isso ? • O Sr.
Página 267 - descoberta provar á humanidade, orgulhosa de suas «anteriores conquistas — com esta que não é de todas a «somenos — que o destino, o acaso, a fatalidade valem «mais muitas vezes do que as forças todas da intelli«gencia combinadas com os esforços da perseverança «e da magnanimidade.
Página 281 - José, a quem elle commettia estas cousas de cosmographia e seus descobrimentos : e todos ouviram por vaidade as palavras de Christovão Colombo, por tudo ser fundado em imaginações e cousas da ilha Cypango de Marco Paulo (i).
Página 281 - Colom homem fallador, e glorioso em mostrar suas habilidades, e mais fantastico, e de imaginações com sua Ilha Cypango, que certo no que dizia, dava-lhe pouco credito.
Página 141 - Acrescentè-se a isto milhares de parasitas, infinitas trepadeiras, que se emaranham pelos troncos, debruçam-se dos ares, estrelam a paisagem e matizam o panorama, acariciando a vista eo olfato ao mesmo tempo; mas com cores tão finas que se não desmancharam ainda na palheta do pintor; mas com olores tão suaves, que os não descobriram ainda os nossos perfumistas de agora. Aqui, quer ao clarão da lua, quer no remansear de uma noite serena dos trópicos, respira-se às largas, em ondas, a plenos...
Página 277 - Ha comtudo rleste oceano grande numero de ilhas, ou sejam habitadas ou desertas; mas nenhum navegante se tem aventurado a atravessa-lo, nem a cortar o mar alto, limitando-se todos a seguir as costas, sem perder nunca a terra de vista. As vagas deste mar, da altura de montanhas, bem que se agitem e se comprimam, ficam sempre inteiras e insulcaveis sempre».
Página 315 - ... então este nome, que hoje em dia tem de Porto Seguro, por lhes dar colheita e os assegurar do perigo da tempestade que levavam.
Página 281 - ... que dizia, dava-lhe pouco credito. Comtudo á força de importunações mandou que estivesse com D. Diogo Ortiz, bispo de Ceuta, e com Mestre Rodrigo e Mestre José, a quem elle commettia estas cousas de cosmographia e seus descobrimentos; e todos ouviram por vaidade as palavras de Christovam Colom, por tudo •ser fundado em imaginações e cousas da ilha Cypango de Marco Paulo.
Página 275 - Africa termina por uma ilha; eo globo de Martinho Behain ou Bohemio, que data de 1482, em que esta mesma parte do mundo, depois do rio do Infante, lança uma grande lingua de terra para o oriente. Mas porque havemos de roubar á humanidade esse glorioso florão da coroa de suas conquistas ? A tentativa de Colombo foi aventurosa, atrevida, arrojada; mas o genovez tinha concebido o seu plano, tinha em vista um fim que seguia com afinco e tenacidade.

Informações bibliográficas