O jogo da amarelinha

Capa
Civilização Brasileira, 1999 - 639 páginas
4 Resenhas
Lançado em junho de 1963 na Argentina, 'O jogo da amarelinha' foi uma verdadeira revolução no romance em língua espanhola - pela primeira vez um escritor levava às últimas consequências a ideia de transgredir a ordem tradicional de uma história e a linguagem para contá-la. Cortázar retrata um clima de rupturas e incertezas, em um antirromance em que elementos da nova cultura de massas - colagem, história em quadrinhos, novela de rádio, arte pop, música popular, gíria urbana - e técnicas literárias experimentais de vanguarda - intercalação de relatos, experimentações sonoras e sintáticas, alteração da ordem, finais falsos, quebras, deslocamentos na narração - convivem em perfeita harmonia. O resultado é este livro único, aberto a múltiplas leituras, repleto de humor, de riscos e de uma originalidade sem precedentes.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Referências a este livro

Todos os resultados da Pesquisa de livros »

Informações bibliográficas