A informação: Uma história, uma teoria, uma enxurrada

Capa
Companhia das Letras, 14 de mai de 2013 - 528 páginas
0 Resenhas
Da comunicação por tambores na África ao MP3 e à Wikipedia, James Gleick mostra como a informação transformou a própria natureza da consciência humana. O que é a informação? Neste trabalho ambicioso e acessível, o jornalista James Gleick traça uma ampla história desse fenômeno, com seus infinitos desdobramentos e peculiaridades. Partindo da comunicação por tambores na África, ele passa pela criação dos alfabetos e dos dicionários, por invenções como o telégrafo e o telefone e pelos primeiros computadores, até desembocar na chamada Teoria da Informação e em estudos recentes de genética e na já onipresente Wikipedia. A informação não é um livro apenas sobre ideias, mas também sobre pessoas. Ao condensar séculos de estudos e análises a respeito do tema, Gleick vai falar daqueles que estiveram na linha de frente dessa revolução científica. Claude Shannon, Bertrand Russell, Alan Turing, Kurt Gödel e Richard Dawkins - cujo conceito de meme foi apropriado pelas novas gerações - são alguns dos personagens que aparecem, às vezes em confronto direto, nestas páginas. Num mundo afogado pela informação, Gleick realiza o duplo trabalho de arqueólogo e pensador. Seguindo fios soltos e pistas, alguns lançados milênios atrás, ele conecta ideias e expande horizontes, traçando relações às vezes tão evidentes quanto fugidias. Um estudo fundamental para uma era cada vez mais conectada e cada vez mais distante de si.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Sobre o autor (2013)

Nasceu em Nova York, em 1954. Jornalista e biógrafo, é autor, entre outros, de Caos: A criação de uma nova ciência; Isaac Newton: Uma biografia e Feynman: A natureza do gênio, os três foram finalistas do prêmio Pulitzer. A informação foi vencedor do PEN/E. O. Wilson Literary Science Writing Award. Seus livros foram traduzidos em mais de vinte idiomas.

Informações bibliográficas