Historia do Descobrimento e Conquista da India pelos Portugueses, Volumes 4-5

Capa
Typographia Rollandiana, 1833
0 Resenhas
 

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Páginas selecionadas

Outras edições - Visualizar todos

Termos e frases comuns

Passagens mais conhecidas

Página 288 - ... Lopes. And the tense derived from the Classical Latin imperfect subjunctive continued to be used sporadically in Portuguese as an imperfect subjunctive as late as the middle of the sixteenth century, eg, "Determinou el rey dom Manuel . . . de mandar fazer hua fortaleza na ilha de sam Lourenco . . . pera que as naos da carga da especiaria indo pera a India fazere ali agoada & ire por fora da ilha,
Página 190 - Edição, de Coimbra, 1553, corresponde ao cap. IAUÍI (nic), (aliás XLVIII), pp.74-76. f) Cap. X — «De como despois Dantonio correa socorrer Malaca se partio pera Pegú a assentar amizade.» (Livro V, pp. 14-15). Na 1.' Edição, de Coimbra, 1553, coresponde às pp. 86-88. g') Cap. XXXV — «De como Antonio correa despois de chegar a Malaca foy sobre a tranqueira do Pago & a desbaratou & fez fugir os immigos.
Página 20 - A sete legoas desta cidade pera ho sertão está a maldita casa de Meca, a que os mouros fazem suas romarias (como os Cristãos fazem ao saneio sepulcro de Hierusalè*) por estar nela ho ça n carrão, q chamão do abominauel Mafamede.

Informações bibliográficas