Imagens da página
PDF
ePub

deve estar pelo exame illegal feito nas embarcações, e seu costeamento, mas que se deve proceder a outro legilimo na presença de Antonio da Rosa: diz que tem noticia que a resolução que mostram de permanecerem naquelles dominios as familias portuguezas prizioneiras, é maquinada pelos hespanhóes: e diz-lhe que deve continuar com a maior insistencia as suas

instancias sobre todas as dependencias. Fls. 80, liv. 2°. MARÇO .... 25. Responde a dois officios deste commissario de 21 de

Dezembro do anno passado: diz que fica certo na sua instancia, e resposta do v. rei do Rio da Prata sobre a artilharia e trem que se tomára na trincheira de Santa Thereza: declara-lhe que pela copia que recebe da carta do dito v. rei fica cada vez mais capacitado da fé simulada de que procede toda a innação na ohservancia do tratado: recommenda-lhe a continuação de instancias efficazes: e avisa-o de que se fica apromptando, na Junta da Real Fazenda, para immediatamente se mandar satisfazer, huma letra de mil cento e quatorze pezos e meio de prata forte, que o dito commissario pedira a Manoel Ferreira da

Cruz. Fls. 80 v., liv. 2o. 27. Responde a um officio desse commissario de 27 de Ja

neiro: diz que inda não entrara nesle porto a embarcação que lhe diz sahira da quelle com occulto destino : mostra quanto se lhe faz precisa a continuação destas e outras semelhantes noticias: admira-se, por este motivo, muito, de que o dito commissario até agora lhe não tivesse communicado a da sublevação dos indios: e lhe recommenda que o avize, com a individuação possivel, do que praticaram os hespanhóes com huma sumaca da Bahia que arri

bou a Montevidéo. Fls. 81, liv. 2o. 30. Remette, a sello volante, um officio que escreve ao

v. rei do Rio da Prata, em que lhe manda inclusa uma representação sobre o regresso dos presioneiros portuguezes que estão nos dominios da Hespanha, feita e assignada pelos que se tem recolhido a esta capital, e tambem um masso de papeis mandados da Corte para se entregarem alli a D. Manoel

Basavilbaso. Fls. 81, liv. 2°.
ABRIL..... 1. Responde a um officio desse commissario de 27 de

Janeiro: approva o não ter elle uzado da relação, que
The tinha remettido em officio de 13 de Novembro do

anno passado, sobre as faltas que parecia descobrir-se em umas parcellas de dinheiro recebidas dos hespanhóes: e refere a informação que achou dos motivos, porque na occasião da tomada do Rio Grande não podemos conseguir instrumentos justificativos do que os hespanhóes receberão, em cujos termos Só devemos recorrer aos livros dos almoxarifes, dos quaes mandára tirar a relação geral que lhe tinha remettido no dito officio de 13 de Novembro do anno

passado. Fls. 81 v., liv. 2o. ABRIL..... 3. Responde a hum officio desse comissario de 27

de Janeiro : ordena-lhe que, depois de se achar entregue das embarcações aprezadas, para evitar o maior risco que correm as mesmas embarcações, ponha em pratica o que lhe advertira no officio de 12 de Julho do anno passado. Fls. 82,

liv. 2°. JUNHO..... 16. Responde a hum officio desse commissario de 30 de

Março: diz-lhe que estima as noticias que nelle lhe participa, e que espera continue a participar-lhe todas as que poder alcançar: e o adverte que, se o vice rei do Rio da Prata lhe mandar entregar cem pesos duros que o hespanhol Luiz Cobos aqui recebeu de Manoel da Costa Cardoso, os deixe ficar em seu poder para as despezas do serviço, mandando algum documento por onde mostre tel-os rece

bido. Fls. 82 v., liv. 2o. Agosto.... 30. Responde aos officios desse commissario de 26 de

Maio, de 3 de Junho, de 5 e 9 do mesmo mez, e de 8 e 10 de Julho: diz-lhe que fica conhecendo a inacção em que continua o vice-rei de Buenos Ayres na execução do tratado, e remette a cópia do officio, que agora escreve ao dito vice-rei, reforçando quant's The é possivel as suas instancias, para que por isto se governe o mesmo commissario.

Fls. 82 v., liv. 2°. 31. Responde á carta desse commissario de 26 de Maio

dizendo os motivos porque não pode tomar resolução sobre o que este e o sargento-mór Pedro da Silva lhe expoêm da falta de meios para alli po. derem subsistir com a decencia correspondente áquella commissão, mas que passa immediatamente a pôr tudo na prezença de Sua Magestade. Fls. 83, liv. 2o.

11782

MAIO...... 11. Responde aos officios do referido commissario de 14

e 17 de Dezembro do anno passado, de 11 de Ja. neiro, 5 e 8 de Fevereiro deste anno, a respeito das materias que se trataram e do que se assentára nas primeiras quatro juntas effectuadas com o commissario hespanhol: approva os arbitrios, que o dito nosso commissario tomára : adverte algumas coisas, que deve observar e pretender : remette a conta e documentos authenticos da despeza, para se encontrarem com as que apresentarem os hespanhóes, e tambem os documentos da curveta «Gloria» : responde ao officio de 17 de Outubro do anno anterior, em que o dito commissario avisa ter recebido de Luiz Cobos os 100 pesos fortes com que aqui se lhe assistiu: responde aos officios de 1 de Setembro, 17 de Outubro, 24 de Novembro do anno anterior, e 11 de Janeiro deste, em que o dito commissario participa noticias das rebeliões do Perú: e diz ficar na intelligencia do que o mesmo lhe participa, a respeito das dependencias daquella commissão, nos officios de 1 de Setembro, 17 de Outubro, 19 e 24 de Novembro do anno anterior, e 11 de Janeiro do pre

senie. Fls. 96, liv, 2°. SETEMBRO 5. Responde aos officios do dito commissario de 24 e

30 de Março deste anno : determina-lhe o que deve praticar en consequencia do pouco fructo que se tirára das tres juntas que com o commissario hespanhol tivera depois das quatro primeiras: e The insinúa tambem o que deve praticar em consequencia do aviso, que de Montevidéo mandou Antonio da Rosa, do mau successo da sumaca «Senhor Bom Jesus de Iguape), e do iminente perigo em que se achavam as sumacas «Oliveira » e

«S. José »). Fls. 98, liv. 2o. 9. Remette ao dito commissario a cópia da carta regia

em que Sua Magestade The faz mercê do posto de coronel effectivo, e de lhe mandar satisfazer as dividas que depois de encarregado daquella commissão tivesse contrahido, como tambem as que ttvesse contrahido o sargento-mór Pedro da Silva, a quem a mesma Senhora faz mercê do posto de tenente

coronel. Fls. 99, liv. 2". SETEMBRO 6. Faz o mesmo aviso ao sargento-mór Pedro da Silva.

Fls. 99 v., liv. 2o. 10. Remette uma carta e dous creditos de avultadas

quantias que dous moradores daquella cidade de Buenos Ayres devem a Manoel Barbosa dos Santos commerciante desta praça, para que o sobredito commissario lhe faça para a dita cobrança todo o

beneficio possivel. Fls. 99 v., liv. 2°. NOVEMBRO 25. Remette ao dito commissario uma instrucção sobre

o modo de conseguir dos dominios da Hespanha, e remetter para esta capital debaixo do maior segredo, a semente do linho canhamo. Fls. 99 v., liv. 2°.

1983

Não houve officio algum do Sr. Vice-Rei, por esperar a

resolução de Sua Magestade sobre negocios das restituições.

11784

ABRIL..... 11. Responde aos officios do nosso commissario de 3 de

Fevereiro e 1 de Março deste anno: avisa de que fica certo de se ter concluido a entrega do valor das seis embarcações aprezadas que estavam em Montevideo: ordena-lhe que das duvidas que se movem a respeito dos mais pontos se esforce por desvanecer os pretestos affectados dos hespanhóes renovando as suas instancias com o novo vice-rei daquellas provincias: determina-lhe o destino que deve dar ao dinheiro do producto das ditas seis embarcações, e do confisco da denominada « Arriaga », e que para a condueção delle para o Rio Grande deve requerer todo o auxilio necessario ao vice-rei daquellas provincias, e que deve vir com elle o tenente de mar Antonio da Rosa.

Fls. 48, liv. 30. AGOSTO.... 12. Remette uma carta, para o vice-rei daquellas provin

cias, de commandante da náo hespanhola «Peruano» arribada a este porto, para ser entregue em mão propria. Fls. 48 v., liv. 3o.

DEZEMBRO

30. Responde aos officios do dito commissario de 30 de

Abril, 6 de Junho n. 9, 6 de Outubro, 14 de Novembro e 20 de Dezembro deste anno : informa-o de que é falso o ajuste que o vice-rei de Buenos Ayres figura entre as duas cortes, pelo dinheiro e valor das alfaias que existiam e se perderam em Santa Catharina, e que sobre a duvida, que excitou D. Vi. cente Ximenes, para restituirmos o que já haviamos recebido, com o fundamento de que o governador do Rio Grande tambem não restituira o que não constava dos nossos inventarios, escreva ao dito governador para saber com certeza o que lá se praticou: e recommenda-lhe que sobre tudo o mais renove os seus esforços para desvanecer o caviloso systema do dito vice-rei. Fls. 48 v., liv. 3o.

1985

MARÇO .... 5. Responde aos officios do nosso commissario de 4 e 7 de

Janeiro deste anno, e tambem a um de 20 de Dezembro do anno anterior, sobre o systema que, assim o vicerei das Provincias do Rio da Prata, como o seu commissario, adoptaram, para não se nos restituir cousa alguma mais, com o pretexto do que se praticou com as restituições do Rio Grande : insinua-lhe o modo porque o dito nosso commissario deve instar, e lhe adverte tire com toda a individuação e clareza um documento authentico do assento que logo ali nas primeiras juntas se tomou sobre esta materia, e lh'o

remetta com a possivel brevidade. Fls. 2, liv. 3 NOVEMBRO 26. Responde aos officios do dito commissario de 23 de

Maio e 6 de Agosto deste anno sobre a mesma materia : recommenda-lhe a extracção de todos os documentos authenticos por onde se possa mostrar a nossa justiça, e a nossa diligencia: e remette as respostas que a Junta da Real Fazenda deu ás duvidas que se acharam nos inventarios dos bens que os hespanhóes nos devem restituir, para com estes documentos, quando lhe parecer conveniente, fazer a ultima instancia e haver o ultimo desengano, para então se půr esta materia na presença de Sua Magestade. Fls. 24, liv. 3o.

« AnteriorContinuar »