Imagens da página
PDF
ePub

dá conta de ier ido á real feitoria do linho canhamo e dado posse ao novo inspector della o tenente Antonio José Machado de Moraes Sarmento: approva tudo o que alli praticou a respeito do mesmo inspector, para o qual lhe remette uma nomeação, e lhe recommenda muito o cuidado da dita feitoria, fazendo a respeito della algumas advertencias e refiexões.

Liv. 10. Fls. 448 v. FEVEREIRO 18. Responde ao officio em que o novo inspector da real

feitoria do linho canhamo o tenente Antonio José Machado de Moraes Sarmento dá conta de ter tomado posse da dita inspecção: assegura-lhe o bom serviço que espera delle, recommenda-lhe o adiantamento da dita feitoria e lhe faz algumas reflexõcs a esse

respeito. Liv. 10. Fls. 449 v. 21. Avisa ao coronel commandante que passa aquelle conti

nente o Coronel Raphael Pinto Bandeira: que lhe deve permittir licença, quando a quizer, para voltar a esta capital: que com este coronel assentára em que na sua companhia fosse o novo inspector da Real Feitoria do Linho Canhamo examinar os terrenos que elle mostrasse, para lhe dar conta da qualidade dos que parecessem mais proprios para o estabelecimento da dila feitoria, e do que se escolher

para esse fim. Liv. 10. Fls. 450. » Determina ao inspector da real feitoria do linho ca

nhamo que vá com o coronel Raphael Pinto Bandeira ver e examinar os terrenos que este mostrará para o bom estabelecimento da dita feitoria, para depois lhe dar conta do que para esse fim se escolher.

Liv. 10. Fls. 450. Março.... 6. Responde a varios officios do governador 1° commis

sario a respeito da demarcação até ao ponto de se terem collocado Os marcos, que dividem os dominios de Portugal e Hespanha e o espaço de terreno intermedio entre as vertentes do Ibicuiguassú e a falda meridional do Monte Grande: aviza-o de ter recebido os diarios e plano da linha divisoria que se dirigiu pela coxilha que divide, aguas acima, ao Jacui e ao Uruguay, conforme os artigos 3o e 40 do tratado, e de ficar na intelligencia dos extranhos meios e pretextos com que o 1° commissario hespanhol D. José Varella pretende enredar toda esta diligencia, e da actividade e prudencia com que o

dito governador e nosso 1° commissario se oppõe e conduz a este respeito: responde particularmente sobre o que o mesmo governador 1° commissario praticou com o sobredito 1° commissario hespanhol a respeito da pretendida conservação do forte de Santa Tecla, que devia ficar neutro : e o previne das cautelas que deve tomar para o futuro a respeito do mesmo forte, assim como das com que se deve fazer a demarcação e reconhecimentos dos terrenos entre a falda septentrional do monte Grande e a entrada do rio Pepiriguassú no Uruguay, pela sinistra interpretação que o dito 1° commissario hespanhol pretende dar ao artigo 4o do tratado, para segurar a usurpação de varios terrenos e ervaes importantes em que se acham

intrusos hespanhóes. Liv. 10. Fls. 450. MARÇO.... 6. Responde ao officio do astronomo, o Dr. José de Salda

nha, de 27 de Dezembro do anno passado, louvando muito o diario resumido e historico que fez da

demarcação. Liv. 10. Fls. 453. » » Responde ao officio do capitão engenheiro Alexandre

Eloi Portelli, de 9 de Janeiro deste anno: louvalhe o plano diario, dos reconhecimentos e explorações de que foi encarregado desde as vertentes do Ibicuiguassú até a falda meridional do Monte Grande, e o plano e derrota que fez quando pareceu necessario collocar os marcos, que designam ambas as fronteiras: e recommenda-lhe muito o plano que intenta.

fazer da provincia e fronteira. Liv. 10. Flş. 453. 8. Responde ao officio do coronel Francisco João Roscio,

20 commissario da demarcação, de 21 de Dezembro do anno antecedente, em que este remette o plano geral de todos os seus trabalhos na demarcação e os diarios da do anno de 1786, privativa da la subdivisão, e do que tem executado depois que se separou com a partida da 2a sudivisão para a execução do artigo 8. do tratado: mostra quanto estima o restabelecimento de sua saude, e deliberação de emprehender a navegação do Paraná : faz-lhe algumas a dvertencias sobre o modo de despertar a artificiosa inacção do seu concorrente neste ponto, e sobre o modo porque deve conduzir esta demarcação e prevenir nella todo o artificio, e particularmente no importante exame e descobrimento do rio Igurei ou Igariy, que

22

[ocr errors]

os hespanhóes trabalham por desvanecer, dando o

dito rio por não existente. Liv. 10. Fls. 453 v. MARÇO.... 10. Responde ao officio do coronel commandante, de 14 de

Dezembro do anne antecedenle, sobre ter obrigado ao administrador do contracto do municio da tropa a dar a ração diaria de pão na forma praticada e estabelecida quando falta a farinha de guerra: mostra-lhe como e por que deve o dito administrador legitimamente ser compellido neste e em outros semelhantes casos de faltar ao que deve

obrar. Liv. 10. Fls 451. ABRIL .... 8. Avisa ao inspector da real feitoria do que remette para

fardamento dos escravos do contisco da sumaca, o Senhor Bom Jesus de Iguape, que estão na dita feitoria, c do que deve praticar a este respeito: e avisa o mais de que lhe responderá sobre a mudança da feitoria, e mais artigos de que o mesmo inspector tratou no officio de 31 de Dezembro do anno antecedente, logo que receber a informação do terreno mais proprio para a dita feitoria, em consequencia da averiguação que lhe determinou que fizesse na companhia do

coronel Raphael Pinto Bandeira. Liv. 10. Fls. 454 v. » Avisa ao coronel commandante da remessa de que trata

no officio antecedente para a fazer dirigir ao inspe

ctor da real feitoria. Liv. 10. Fls. 45.7. (*) > 10. Responde ao officio, do dito coronel commandante, de

26 de Janeiro deste anno, sobre a duvida que se lhe offereceu sobre a reclamação de cinco escravos, que, depois de serem arrematados em Montevidéo por Manoel Cypriano, havião sugido para aquelle continente, para o poder do senhor que alli os havia antes possuido : determina-lhe o que deve praticar neste caso e quando em outros, de semelhante natureza,

houver reclamações de Montevidéo. Liv. 10. Fls. 455. 18. Responde ao officio do dito coronel commandante de

10 e 11 de Março deste anno sobre as faltas que se encontraram no fardamento que se remetteu para a legião de cavallaria daquelle continente : sobre o numero das praças, que se deve contar no dito corpo de cavallaria ligeira: e sobre o modo de se evitar o abuso da falta de marcação dos gados. Liv. Fls. 456.

X. B. - Foi pela Secretaria de Estado um ollicio desta data, em que se mandou tirar a conta do que se devia á tropa daquelle continente.

ABRIL.... 30. Responde ao officio do provedor da fazenda real, de 15

de Janeiro deste anno sobre a necessidade de se arrematar o hiate de Sua Magestade - N. S. Madre Deus-a troco dos papeis correntes, visto o estado em que se acha e não haver quem lance a di

nheiro. Liv. 10. Fls. 436 v. MAIO...... 10. Responde ao officio do governador 1° commissario, de

14 de Janeiro deste anno, rémeltendo-lhe as nome3ções do 10 e 20 capellão da demarcação. Liv. 10.

Fls. 436 v. JUNIO..... 28. Responde ao officio do coronel commandante, de 20 de

Maio deste anno,em que lhe participa a derrota do bergantin – N. S. Mãe dos Ilonens-desde que sahiu de Lisboa até chegar aquelle porto, para delle carregar trigo e farinhas, as ordens e instrucções desta negociação e as más circunstancias em que se figura para poder ter effeito, recommendando ao dito coronel commandante que a auxilie na forma das ordens de Sua Magestade: e determina o que se deve praticar para haver naquelle continente terrenos em que se accommodem os casaes das ilhas que ali se acham sem elles, e os mais que as instrucções da sobredita negociação fizeram lembrar que para la poderão ir, insinuando-lhe o que deve praticar a respeito dos terrenos que em todo aquelle districto se acham pos

suidos illegitimamente. Liv. 10. Fls. 457. JULHO..... 17. Manda publicar dois alvarás, de 5 de Janeiro de 1785,

a respeito de contrabandos. (Officio pela Secretaria

do Estado.) AGOSTO... 6. Responde ao officio do inspector da real feitoria, de

9 de Junho deste anno, em que deu conta das vantagens, que achou nos terrenos do fachinal do Coirita, com os campos do fallecido José Leite de Oliveira, para se mudar para oli a dita feitoria: avisa-o de que determina ao coronel commandante as ordens e providencias competentes para se fazer esta mudança, e de que deve ter a esse respeito lima particular conferencia com o mesmo coronel commandante, recommendando-lhe muito este novo estabe

lecimento. Liv. 10. Fls. 458. » Responde mais largamente ao officio do coronel com

mandante, de 16 de Junho deste anno, sobre a mesma materia da mudança da real feitoria do linho canhamo do rincão do Cangussú para os terrenos do

fachinal do Coirita, de que tratou no officio antecedente: determina-lhe o modo porque deve fazer a dita mudança, annexando aos terrenos do mesmo fachinal os campos que foram do fallecido José Leite de Oliveira e insinua-lhe tudo quanto deve pralicar para este fim : e approva ter o dito coronel commandante negado a licença que lhe pediam para passar a Montevidéo dous marinheiros do bergantim vindo de Lisboa, de que é mestre Sabino José da Silva Moreira : e lhe determina que conceda a faculdade que pede o soldado Gregorio Affonso. Liv. 10.

Fls. 458 v. :
AGOSTO.... 18. Responde aos officios do governador, 10 commissario,

de 8 de Abril, 9, 12, 26, 27, de Maio e 15 de Junho
deste anno, sobre os fundamentos e consequencias
da repugnancia que mostrou á proposta do com-
missario hespanhol, seu concurrente, para se in-
cumbirem com as partidas correspondentes do reco-
nhecimento e demarcação do rio Pepiriguassú, visto
estarem concluidos os trabalhos da primeira sub-
divisão, e a difficuldade e embaraços que teria a
segunda para o praticar: determina-lhe o modo por-
que deve remediar o que resultou daquella sua repu.
gnancia e offerecer-se para o dito reconhecimento :
e sobre a lentidão, demora e procedimento do coronel
2° commissario inteiramente contrario as reaes ordens
na diligencia de que se acha encarregado com a sub-
divisão da sua inspecção, e tambem a simulação e
pouca vigilancia do commissario hespanhol, seu
concurrente ao mesmo respeito, apezar de terem
sahido com as partidas correspondentes e no dia
26 de Abril du povo da Candelaria para darem prin-
cipio á sobredita demarcação do art. 8o determi-
na-lhe o que deve praticar, quando succeda, que
a mesma demarcação do art 8', ou por culpa ou
por falta de intelligencia do dito Coronel 2° com-
missario, se reduza á inacção e desamparo, em que
esteve até aquelle tempo, ou a por-se em qualquer
circumstancia de que se possam receiar consequeno
cias prejudiciaes aos reaes interesses de Sua Ma-

gestade. Liv. 10. Fls. 460 v.
» Responde aos officios do coronel 2• commissario, de

18 de Fevereiro, 11 Março, 7 de Abril e 12 de Maio deste anno, sobre a demarcação do art. 8' da

« AnteriorContinuar »