Brincar e Suas Teorias

Capa
Cengage Learning Editores, 1998 - 172 páginas
O livro trata de concepções sobre o brincar provenientes de três campos de estudo - socioculturais, filosóficos e psicológicos. Pesquisadores franceses discutem o brincar como fenômeno cultural e ressaltam aspectos culturais expressos nos 'livros-surpresa'. Perspectivas filosóficas sobre o brincar introduzidas por Froebel e Dewey merecem destaque, ao lado de teorias psicológicas como as de Wallon, Vygotsky, Bruner e Lacan, analisadas pelo grupo brasileiro. A obra destina-se a professores do Magistério do Ensino Médio, a alunos e professores de graduação e pós-graduação nas áreas de Pedagogia, Psicologia e correlatas, bem como a todos os que se interessam pela criança e seu brincar.
 

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Avaliações de usuários

5 estrelas
6
4 estrelas
1
3 estrelas
0
2 estrelas
0
1 estrela
0

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

Brincando, a criança aprende a lidar com o mundo e forma sua personalidade, recria situações do cotidiano e experimenta sentimentos básicos.Hoje as Instituições de Educação desenvolvem um modelo educacional em que as atividades lúdicas espontâneas, têm espaço tão limitado que não surtem efeito. Crianças transformadas em miniaturas de adultos, reduzidas a seguir uma rotina eficaz para os adultos, mas sem sentido para elas, estão sendo privadas de um de seus direitos básicos.
O mundo da criança difere do mundo adulto, nele há o encanto da fantasia, do faz-de-conta, do sonhar e do descobrir. É através das brincadeiras, atividade mais nobre da infância, que a criança irá se conhecer e terá a oportunidade de se constituir socialmente. É também a partir da espontaneidade do brincar que a criança poderá expressar as diferentes impressões vivenciadas em seu contexto familiar e social.
 

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

Kishimoto (1998) afirma que pelo ato do brincar e pelos movimentos da brincadeira, a criança desenvolve a coordenaçao
.

Todas as 5 resenhas »

Páginas selecionadas

Conteúdo

II
19
III
33
IV
55
V
57
VI
79
VII
109
VIII
111
IX
123
X
139
XI
155

Termos e frases comuns

Informações bibliográficas