Crimes Cibernéticos (2a. edição): Ameaças e procedimentos de investigação

Capa
Brasport, 25 de nov de 2013 - 384 páginas

Vários foram os motivos que levaram os autores a escreverem este livro, mas os principais foram contribuir para a segurança virtual do Brasil, visando facilitar o trabalho de investigação criminal dos órgãos policiais de todo o Brasil e também auxiliar principalmente advogados e integrantes de outras carreiras a melhor compreender a matéria e atender aos seus clientes, já preparando o conteúdo para eventual ação penal e/ou cível correspondente.

Assim, o conteúdo foi sendo gerado após inúmeras pesquisas e trocas de conhecimentos, não só entre os autores, mas também com inúmeros interlocutores, procurando, contudo, a ideia da simplicidade frente à complexidade do problema.

Esta segunda edição inclui um caso concreto de investigação a um delito praticado por intermédio do Facebook. Também foram acrescentadas informações sobre outras redes sociais e cooperação internacional com Argentina, Bahamas, China, Espanha, França, Itália e Portugal. 

“Leitura obrigatória a todos os cyberinteressados no assunto!”
Renato Opice Blum, Advogado e economista, São Paulo – SP

“Com linguagem didática e objetiva, e munidos de sua brilhante experiência como Delegados da Polícia, os autores destacam-se no segmento do Direito Digital, por apresentarem, de modo exemplar, as bases para investigação de crimes informáticos. Esta obra é essencial ao profissional que atua neste ramo, seja jurista, policial, técnico ou perito; bem como aos acadêmicos que buscam conhecimento na área.”
Gisele Truzzi, Advogada especialista em Direito Digital, Truzzi Advogados 

“Leitura fundamental para aqueles que querem se aprofundar nos temas ligados ao Direito Eletrônico. Uma abordagem rica em detalhes sobre a Inteligência Cibernética.”
Coriolano Camargo, Conselheiro Estadual e Presidente da Comissão de Direito Eletrônico, OAB/SP

“Obra importante sobremaneira, posto que os autores são uns dos raros profissionais que detêm, além do conhecimento científico, a experiência da prática do combate ao crime.”
Fernando de Pinho Barreira, Perito Criminal em Forense Computacional, especialista em Direito Eletrônico

“O tema abordado no livro é de suma importância para qualquer cidadão brasileiro que realize transações pela Internet. Os autores fizeram um excelente trabalho na abordagem de um tema que a cada dia que passa torna-se mais realidade na vida de todos.”
Yuri Diogenes, Autor de livros de Segurança da Informação no Brasil e nos Estados Unidos

“Compêndio indispensável para a prática profissional e os estudos acadêmicos.”
Giuliano Giova, Perito judicial em questões de alta tecnologia, diretor do Instituto Brasileiro de Peritos

“Uma excelente fonte de informações para leigos, especialistas e curiosos que desejam conhecer o universo da investigação cibernética.”
Bruno Guilhen, Especialista em Segurança da Informação e Perícia Forense 

 

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

ok

Conteúdo

Sumário
1
As ameaças na rede mundial de computadores
18
características
52
Investigação em caso de emails
107
Aspectos procedimentais
129
Desafios na investigação dos crimes cibernéticos
230
Conclusão
243
Legislação específica sobre crimes cibernéticos
253
Cooperação internacional e Japão 312 317
312
Cooperação internacional e Argentina
317
Cooperação internacional e Bahamas
320
Cooperação internacional e China
327
Cooperação internacional e Espanha
332
Cooperação internacional e França
340
Cooperação internacional e Itália
346
Cooperação internacional e Portugal
348

Programas gratuitos utilizados para a aquisição de evidências de crimes cibernéticos
270
Cooperação internacional e Estados Unidos da América
292
Breve guia para prestação de cooperação jurídica na forma de email e outras formas de provas eletrônicas dos Estados Unidos
298
Cooperação internacional e Alemanha
306
Cooperação internacional e Reino Unido
309
Contatos e endereços de provedores de conexão eou conteúdo
351
Contatos e endereços de instituições financeiras eou administradoras de crédito
358
Dicas para a segurança na internet
361
define a tramitação de cartas rogatórias e pedidos de auxílio direto
364
Direitos autorais

Termos e frases comuns

Sobre o autor (2013)

Emerson Wendt

Delegado de Polícia Civil do RS, é Diretor do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos e Professor da Academia de Polícia Civil nas cadeiras de Inteligência Policial e Investigação Criminal. 

É graduado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Santa Maria e Pós-graduado em Direito pela URI-Frederico Westphalen. Professor dos cursos de pós-graduação e/ou extensão da UNISINOS (São Leopoldo-RS), SENAC-RS (Passo Fundo-RS), IDC (Porto Alegre-RS), Verbo Jurídico (Porto Alegre-RS), Uniritter (Porto Alegre-RS e Canoas-RS), EPD (São Paulo-SP), FADISP (São Paulo-SP), UNIFRA (Santa Maria-RS) e Tutor dos cursos EAD e presenciais da Secretaria Nacional de Segurança Pública, especialmente na atividade de Inteligência e Segurança Pública.

Membro da Associação Internacional de Investigação de Crimes de Alta Tecnologia, do Comitê Gestor de Tecnologia da Informação da Secretaria de Segurança Pública do RS e ex-membro do Conselho Superior de Polícia da PC/RS, já ministrou aula nas Academias das Polícias Civis de Pernambuco, Goiás, Paraná, Acre, Alagoas, Sergipe, Rondônia e Piauí.

Autor de “Inteligência Cibernética” (Editora Delfos) e coautor de “Inteligência Digital”, com Alesandro Gonçalves Barreto, também publicado pela Brasport. 

Higor Vinicius Nogueira Jorge

Delegado de Polícia Civil de SP, é presidente da Câmara Municipal de Santana da Ponte Pensa (2013/2016) e membro da Associação Internacional de Investigação de Crimes de Alta Tecnologia (HTCIA).

É professor dos cursos de formação e aperfeiçoamento da Academia de Polícia de São Paulo e de Sergipe e dos cursos de pós-graduação em Polícia Judiciária e Sistema de Justiça Criminal da Academia de Polícia de São Paulo, em Gestão Estratégica da Academia de Polícia Civil de Sergipe e em Investigação de Fraudes e Forense Computacional: Direito Digital (IFFC) da Faculdade Impacta de Tecnologia. Palestrante do curso de inteligência estratégica da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra, representação de Campinas, e titular da cadeira 30 da Academia de Ciências, Artes e Letras dos Delegados de Polícia de São Paulo, é membro consultor da Comissão de Direito Eletrônico e Crimes de Alta Tecnologia e da Comissão de Ciência e Tecnologia da OAB-SP e diretor do Sindicato dos Delegados de Polícia de São Paulo (2011/2013).

Graduado em Direito pelo Centro Universitário Toledo Araçatuba e pós-graduado em Polícia Comunitária pela Universidade do Sul de Santa Catarina, ministrou cursos e palestras sobre investigação de crimes cibernéticos, inteligência policial, segurança da informação, segurança na internet, investigação criminal e outros temas correlatos nos estados de São Paulo, Sergipe, Ceará, Alagoas, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.

Informações bibliográficas