Antropologia: Religiões e valores cristãos

Capa
Pia Sociedade de São Paulo - Editora Paulus, 18/06/2018 - 264 páginas
0 Críticas
As críticas não são validadas, mas a Google verifica a existência de conteúdo falso e remove-o quando é identificado
A redescoberta e valorização do SER (antropologia), do CRER Lino Rampazzo (religiões) e do AGIR (valores cristãos) constituem o objetivo desta publicação. A abordagem antropológica, depois de uma reflexão sobre os vários níveis de conhecimento, apresenta as diferentes manifestações do ser humano (corpo, conhecimento, vontade, linguagem, vida em sociedade, cultura, trabalho, divertimento, religião) e a problemática sobre seu "ser", sua "autotranscendência" e sua dignidade de "pessoa". Quanto ao conceito de "pessoa", analisa-se sua formulação do ponto de vista histórico, o que aponta para um diálogo entre teologia, ética e direito. A reflexão sobre as religiões indica os elementos fundamentais de seis sistemas religiosos particularmente significativos: hinduísmo, budismo, religião de Israel, cristianismo, islamismo e ritos afro-brasileiros. Além disso, reflete-se sobre o interesse místico-religioso do homem pós-moderno. Por fim, aos homens de hoje que procuram uma civilização alternativa, apresenta-se a proposta ética de alguns valores cristãos, na perspectiva de um ponto de encontro entre todos os homens de boa vontade: a bioética, o valor da sexualidade e da família, a ética na vida socioeconômica e na comunicação. Esta obra serve de subsídio para as disciplinas de cultura religiosa e ética; ao mesmo tempo, quer abrir-se a um diálogo sem fronteiras sobre os valores mais significativos que dignificam o ser humano, na atual sociedade, caracterizada por mudanças rápidas e profundas.
 

Opinião das pessoas - Escrever uma crítica

Não foram encontradas quaisquer críticas nos locais habituais.

Páginas seleccionadas

Índice

Secção 7_
Secção 8_
Secção 9_
Secção 10_
Secção 11_

Outras edições - Ver tudo

Acerca do autor (2018)

Lino Rampazzo nasceu em Pádua (Itália) em 1946. Defendeu a tese de doutorado em Teologia Evangelização e família no Burundi-África Central na Pontifícia Universidade Lateranense (Roma, 1978), com revalidação na PUC-Rio (2000). Vive no Brasil desde 1981. Concluiu sua participação no Programa de Pós-doutorado em "Democracia e Direitos Humanos" da Universidade de Coimbra com uma pesquisa sobre "Direito, Justiça e Lei na Suma Teológica". Atualmente é professor e pesquisador do Centro Universitário Salesiano de São Paulo, UNISAL (U. E. Lorena), e coordenador do curso de Filosofia da Faculdade Canção Nova (Cachoeira Paulista). Ministra as disciplinas de "Métodos de Pesquisa e Ensino no Direito" e "Bioética e Biodireito" no Programa de Mestrado em Direito do UNISAL. Lidera o grupo de pesquisa "Ética e Direitos Fundamentais", cadastrado no CNPq. Publicou Metodologia Científica (7a edição, 2013, Ed. Loyola) e organizou os livros Biodireito, Ética e Cidadania (2003, Ed. Cabral), Questões atuais de Direito, Ética e Ecologia (2007, Ed. Alínea), Pessoa, Justiça Social e Bioética (2009, Ed. Alínea), O Direito e a Dignidade Humana: aspectos éticos e socioambientais (2012, Ed. Alínea) e Pessoa, comunidade e instituições na obra de E. Mounier e de P. Ricoeur (2013, Ed. Alínea).

Informação bibliográfica