Cérebro Em Transformação, O

Capa
Objetiva, 2005 - 221 páginas
Em 'O cérebro em transformação', da neurocientista Suzana Herculano Houzel, você vai descobrir que nem só de hormônio vive a adolescência. Na verdade, tudo o que ocorre entre os 11 e os 18 anos é fruto de uma grande revolução química e neurológica. Daí as súbitas mudanças de humor, as inúmeras questões, a insegurança. Numa abordagem original, a autora, revela que a adolescência é um período necessário e desejável da vida. O que acontece então na cabeça do adolescente é muito mais do que uma simples enxurrada hormonal. Seu comportamento é fruto de um cérebro adolescente, que passa por uma grande reformulação. Para começo de conversa, é neste período que o cérebro diz realmente a que veio. É uma fase de lapidação, refinamento e amadurecimento. Muitas conexões que foram feitas até a infância são abandonadas. Todo o sistema de compensação sofre uma grande baixa e por isso não é nada fácil deixar um cérebro adolescente satisfeito. O corpo que cresce desordenadamente distorce a auto-imagem e eles então precisam se identificar com algum grupo. Esta é a fase ideal para se dedicar aos estudos - o cérebro tem sede de informação. No entanto, a irresponsabilidade é típica desta idade - sim, um cérebro adolescente não consegue pensar nas conseqüências dos seus atos, ele simplesmente opera no aqui e no agora. Como resultado, aparecem a rejeição familiar, a busca por novidades e riscos, as paixões, a impulsividade e os novos interesses como filosofia, política e religião. E para completar tantas transformações, há a grande novidade, capaz de fazê-lo sonhar acordado - a descoberta do sexo, dos feromônios e dos rituais de sedução. Longe de serem ruins, são essas mudanças no cérebro que permitem o aprendizado e o amadurecimento que tornam o adolescente em um adulto independente, sensato e bem ajustado à sociedade.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Informações bibliográficas