Imagens da página
PDF
ePub
[ocr errors]

TABELLA DEMONSTRATIVA

DOS

Ministros e Secretarios de Estado que assignaram as cartas de officios para

os Vice-Reis do Brazil, no periodo de 1763 a 1807 1

Sebastião José de Carvalho e Mello. (Fac-simile n. 1) – Nasceu em 13 de maio de 1699. Foi embaixador em Londres em 1739, em Vienna d'Austria em 1745 e, subindo ao throno de Portugal D. José I, em 31 de julho de 1750, foi por decreto de 2 de agosto de 1750 nomeado Ministro e Se

1 Pinheiro Chagas no seu Diccionario Popular dá as relações de Ministros e Secretarios de Estado. Extrahimos os nomes dos comprehendidos até o anno de 1807, quando terminou o governo do Vice-Reipado com a chegada ao Brazil da Familia Real.

Reino e Mercês :
Pedro da Motta e Silva, 28 de julho de 1736.
Sebastião José de Carvalho e Mello, Marquez de Pombal, 5 de maio de 1756.
Visconde da Villa Nova da Cerveira, Marquez de Ponte de Lima, 4 de março de 1777.
José de Seabra da Silva, 15 de dezembro de 1788.
Luiz Pinto de Souza Coutinho, Visconde de Balsemão, 6 de janeiro de 1801.
Conde de Villa Verde, interino, 15 de abril de 1804.
Antonio de Araujo e Azevedo, Conde da Barca, 18 de novembro de 1806,
João Antonio Salter de Mendonça, Visconde de Azurara, 26 de novembro de 1807.
Marinha e Ultramar:
Antonio Guedes Pereira, 28 de julho de 1736.
Diogo de Mendonça Corte Real, 2 de agosto de 1750.
D. Luiz da Cunha Manoel. 7 de setembro de 1756.
Thomé Joaquim da Costa Real, 5 de outubro de 1756.
Francisco Xavier de Mendonça Furtado, 20 de março de 1760.
Martinho de Mello e Castro, 18 de julho de 1770.
Luiz Pinto de Souza Coutinho (depois Visconde de Balsemão), 12 de fevereiro de 1796.
D. Rodrigo de Souza Coutinho (depois Conde de Linhares), 7 de setembro de 1796.
Visconde de Anadia, 6 de janeiro de 1801.
Conde de Sampaio (Secretario da Regencia), 26 de novembro de 1807.
Estrangeiros e Guerra:
Marcos Antonio de Azevedo Coutinho, 28 de julho de 1736.
Sebastião José de Carvalho e Mello (depois Marquez de Pombal), 2 de agosto de 1750.
D. Luiz da Cunha, 6 de maio de 1756.
Ayres de Sá e Mello, interino, 2 de setembro de 1775.
Ayres de Sá e Mello, effectivo, 24 de fevereiro de 1777.
Martinho de Mello e Castro, interino, 9 de dezembro de 1785.

Visconde de Villa Nova da Cerveira (depois Marquez de Ponte de Lima), 1 de abril de 1786.

Luiz Pinto de Souza Coutinho (depois Visconde de Balsemão), 15 de dezembro de 1788.
D. João de Almeida Mello e Castro (não exerceu), 6 de janeiro de 1801.
Luiz Pinto de Souza Coutinho, interino, 6 de janeiro de 1801.

D. Rodrigo de Souza Coutinho (depois Conde de Linhares), interino, 24 de maio de 1801.

cretario de Estado dos Negocios dos Estrangeiros e Gente de Guerra a, e a 5 de maio de 1756, por morte de D. Pedro da Motta e Silva, Ministro do Reino.

Em 1759 foi agraciado com o titulo de Conde de Oeiras (fac-simile 1 a), e em 1770 com o de Marquez de Pombal (fac-simile i b), sendo a seu pedido exonerado por acto de D. Maria I de 4 de março de 1777.

Foi condemnado por motivo das memorias de Caldeira por sentença que o declarava criminoso e digno de um castigo exemplar. A Rainha, logo que leu a sentença, declarou que, attendendo á sua idade e suas enfermidades, lhe perdoava as penas afflictivas, contentando-se em desterral-o 20 leguas distantes da Côrte, por decreto de 16 de agosto de 1781.

Falleceu em 5 de maio de 1782.

Francisco Xavier de Mendonça Furtado (fac-simile n. 2) — Nasceu em ! de setembro de 1705. Nomeado governador e capitão-general do Estado do Maranhão, tomou posse em Belém, a 24 de setembro de 1751. Por aviso de 30 de abril de 1753 teve a nomeação de commissario plenipotenciario nas conferencias para a demarcação de limites com o Brazil.

Por decreto de 20 de março de 1760 ficou encarregado dos negocios de Marinha e Ultramar. A sua correspondencia existente na collecção presente attinge os annos de 1764 a 1769. Falleceu em 15 de novembro de 1769.

Martinho de Mello e Castro (fac-simile n. 3) – Por decreto de 4 de janeiro de 1770 foi nomeado Secretario de Estado dos Negocios da Marinlia e Dominios Ultramarinos (Archivo Publico).

A 9 de dezembro de 1785 occupou interinamente o Ministerio dos Estrangeiros e Guerra.

Na presente correspondencia se encontram as suas cartas-officios no periodo de 20 de janeiro de 1770 a 1794.

Falleceu a 24 de março de 1795.

Marquez de Anjeja (fac-simile n. 4) – Substituiu o Marquez do Pombal em 4 de março de 1777.

· D. João de Almeida Mello e Castro, 23 de julho de 1801.

Visconde de Balsemão, interino, 25 de agosto de 1803. Visconde de Anadia, interino, 5 de dezembro de 1803. Conde de Villa Verde, 5 de abril de 1804. Antonio de Araujo 'de Azevedo (depois Conde da Barca), 6 de junho de 1804. D. Miguel Pereira Forjaz (Conde da Feira depois), interino, 26 de novembro de 1807. No Brazil. · Estrangeiro e Guerra:

D. Rodrigo de Souza Coutinho, 12 de março de 1808.

20 Alvará de 28 de julho de 1736, de D. João V, creou os ministerios do Reino e Mercês, Marinha e Ultramar, e Estrangeiros e Gente de Guerra.

Naseeu a 17 de agosto de 1716 e falleceu a 11 de marco de 1788.

Teve tambem o titulo de Conde de Villa Verde dos Francos.

Visconde de Villa Nova da Cerveira (fac-simile n. 5) — Foi nomeado Ministro dos Negocios do Reino em 14 de março de 1777.

(Fl. 432, leis portuguezas, liv. 972 E, sup. 1763 e 179). Archivo Publico).

Em 1 de abril de 1786 occupou o Ministerio de Estrangeiros e Guerra S, sendo exonerado a seu pedido por decreto de 15 de dezembro de 1788 e encarregado da presidencia do Real Erario da Real Junta do Commercio, etc. Foi nomeado Mordomo-mór S, a 17 de dezembro de 1790 S, agraciado com o titulo de Marquez de Ponte de Lima.

Seu nome era D. Thomaz de Luiz Vasconcellos Nogueira Telles da Silva.

Visconde Mordomo-mór (fac-simile n. 5 a).
Marquez Mordomo-mór (fac-simile n. 5 b).

Luiz Pinto de Souza (fac-simile n.6)– Nasceu a 6 de novembro de 1735.

Por decreto de 15 de dezembro de 1788 assumiu a direcção dos Negocios de Estrangueiros e Guerra.

Foi nomeado interinamente para occupar a pasta da Marinha e Ultramar, vaga pela morte de Martinho de Mello e Castro (officio do mesmo de 30 de março de 1795, fls. 95, liv. 16. Correspondencia da Córte para os Vice-Reis, Archivo Publico), cessando essa interinidade com a nomeação de D. Rodrigo de Souza Coutinho (fls. 69, liv. 17. Correspondencia da Côrte, Archivo Publico).

Em 6 de janeiro de 1801 foi nomeado Ministro e Secretario dos Negocios do Reino e, fallecendo o Conde das Galveias, foi interinamente Ministro de Estrangeiros e Guerra até 1804, por decreto de 25 de agosto de 1803.

Falleceu a 14 de abril de 1804.

O seu nome era Luiz Pinto de Souza Coutinho, tendo sido agraciado com o titulo de Visconde de Balsemão (fac-simile n. 6 a).

José de Seabra da Silva (fac-simile n. 7) — Nasceu a 31 de outubro de 1732.

Depois de ter exercido, durante tres annos, funcções publicas e ter merecido sempre a confiança do Marquez de Pombal, foi desterrado por acto de 17 de janeiro de 1774.

O aviso de D. Maria I, de 13 de março de 1777, permittiu voltar ao Reino.

A 15 de dezembro de 1788 foi chamado ao governo para a pasta do

« AnteriorContinuar »