Relações públicas: funã̧o política

Capa
Summus Editorial, 1995 - 250 páginas
Uma análise que permite a todo administrador compreender as forças que deram forma e configuraram a necessidade da profissão de relações públicas.
 

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Avaliações de usuários

5 estrelas
2
4 estrelas
2
3 estrelas
0
2 estrelas
0
1 estrela
2

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

"As Relações Públicas , em menos de cinquenta anos, se converteram em uma das mais comentadas atividades na sociedade humana...", segundo Dr Melvin L. Sharpe em sua apreciação no prefácio de Relações Publicas: função política de Roberto Porto Simões.
Considerando que a publicação corresponde a duas décadas atrás, podemos considerar que a polissemia do termo relações publicas está ainda mais vigente em sua interlocução entre a publicidade, o marketing e a política, estimulada nas mais diversas representações sociais como a religião ou as redes de comunicação virtual. No texto sugerido da Folha de São Paulo nesta atividade, sobre a sucessão de Bento XVI, a própria instituição assume que o sucessor deverá ser persuasivo no palco mundial, provocando o convencimento de que sua imagem e propósitos são exatamente o que seus seguidores necessitam para estabelecer a confiança entre fiéis e igreja, marca/produto/pessoa, constatando-se assim que, na figura do papa eleito Francisco,encontram-se facetas de relações públicas.
Nas diversas esferas abordadas pelas funções de relações publicas, busca-se essa aceitação, esse relacionamento direto entre quem está promovendo a situação/marca/produto e o público receptor. Na política podemos observá-lo durante todo o processo eleitora. já no marketing, na exposição permanente das qualidades e características do que querem nos vender. E ainda poderíamos aplicar o moderno e muito utilizado termo "coaching" para definir o profissional atual, aquele que treina alcançar suas metas pessoais ou organizacionais.
 

Conteúdo

I
17
II
23
III
35
IV
41
V
45
VI
51
VII
73
VIII
81
XI
131
XII
137
XIII
149
XIV
159
XV
191
XVI
213
XVII
221
XVIII
225

IX
101
X
125

Termos e frases comuns

Informações bibliográficas