Revista popular: semanario de litteratura e industria, Volumes 1-2

Capa
1849
0 Resenhas
As avaliações não são verificadas, mas o Google confere e remove conteúdo falso quando ele é identificado
 

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Outras edições - Ver todos

Passagens mais conhecidas

Página 188 - ... outros peixes, e por isso sois mais mofino que todos. Aos outros peixes do alto, mata-os o anzol ou a fisga, a vós sem fisga nem anzol; mata-vos a vossa presunção eo vosso capricho.
Página 221 - D'esse fero Adamastor ! Era um astro fulgurante, Era um poeta gigante, Tinha mais alma que o Dante, Cantava com mais amor! No peito coberto...
Página 222 - Que bellezas nos legou ! ! Pungido de acerbas dores, Pelo Tejo, seus amores, Foi o rei dos trovadores.... Foi o Cysne que expirou ! Como Ovidio, desterrado Lá na gruta de Macáu, Só tem o pranto enxugado Pela mão do pofcre Jáu.
Página 222 - Bem juntos verteram prantos Sobre a nossa escravidão ! Mas Camões ... a vil tutella D'essas hostes de Castella . . . Não pode chorar sobre ella, Morrera-lhe o coração. Que poeta ! e que soldado ! Que trovador tão leal ! De todos abandonado Só achou um hospital ! Mas a. fama portugueza, N'este sec'lo de torpeza, Só tem por toda a grandeza A Camões por pedestal.
Página 15 - Tão vil é na mentira o sim, como honrado na verdade o não. A verdade (que por isso se pinta despida) não sabe encobrir, nem fingir, nem enfeitar, nem corar, e muito menos enganar: ea primeira virtude do trono, ou seja da justiça ou da graça, é a verdade. Todo o artifício é coisa mecânica e não nobre, quanto mais real. O sol abranda a cera e endurece o barro, porque obra conforme a disposição dos sujeitos; mas em todos e com todos, descobertamente; por isso o calor é indispensável da...
Página 309 - He necessario saber que cada um de nós na sua arvore de costado até quartos Avós tem 32 quartos avós: cada um destes tem outros 32 quartos Avós na sua arvore de costado, que ficam sendo nossos oitavos Avós, e neste gráo montão para qualquer de nós 1.024 Avós.
Página 91 - Il va chanter ; écoutez , quelle chanson profondément philosophique et religieuse : Le bonheur et le malheur Nous viennent du même auteur . Voilà la ressemblance; Le bonheur nous rend heureux , Et le malheur malheureux, Voilà la différence.
Página 222 - Nascera, como Petrarcha, Já fadado para amar ! Vede bem o sentimento Com que dá, soltas ao vento, Queixas mil do seu tormento, Tristezas do seu trovar! A sorte...
Página 415 - Porque sendo quadrada, e tendo trezentos, e quarenta palmos em ambito, e oitenta e sinco por cada lanço, he fechada de abobada de cantaria sem coluna, nem esteo, nem cousa que a sustente, nem mais repuxo da banda de fora, que a companhia do edifício, que lhe fica nos lados. Assi está em forma, que a quem põe os olhos no alto engana, e faz parecer pola grandeza da casa, que se sustenta sem concavo.
Página 222 - D'além-mar as regiões, Que nos livrou dos revezes, Deu-nos o rei das canções : Fomos o povo escolhido; O nosso nome temido Hoje só é conhecido Pelos cantos de Camões.

Informações bibliográficas