Imagens da página
PDF

1670

RIMAS DO GRANDE LUIS DE CAMOENS PRINCIPE DOS` POETAS DE HESPANHA,
OFFERECIDAS AO SENHOR AFFONSO FURTADO DE CASTRO DO RIO E MEN-
DONÇA,' POR ANTONIO CRAESBECK DE MELLO, IMPRESSOR DÁ CASA REAL.
LISBOA, ANNO 1670. I VOL. 25.“ ` `

Depois da dedicatoria seguem-Se as Rimas, e termina com O e'pita-
phio latino de Martim Gonçalves da Camara.

1670

OS LUSIADAS DO GRANDE LUIS` DE CAMOENS PRINCIPE DOS POETAS DE ¡IES-
PANHA, COM OS ARGUMENTOS DO LICENCEADO JOÃO FRANCO BARRETO,
E INDEX DE TODOS OS NOMES PROPRIOS. OFFERECIDOS AO ILL."° SENHOR
ANDRE FURTADO DE MENDONÇA. POR ANTONIO CRAESBECK DE MELLO,
IMPRESSOR DA CASA REAL. LISBOA. 1670. l VOL. ZH'

Depois do titulo a dedicatoria, e IIO fIm o diccionario dos nomes p'ro-
prios: ' V .
1685-1689

RIMAS VARIAS DE LUIS DE CAMOENS PRINCIPE DE LOS POETAS HEROYCOS Y
I.YRICOS DE ESPANA Y COMENTADAS POR MANUEL DE FARIA Y SOUSA,
CAVALLERO 'DE LA ORDEN DE CHRISTO., LISBOA, EN LA IMPRENTA DE

l THEOTONIOIDAMASO DE MELLO, IMPRESSOR DE LA CASA REAL` ANNO 1686.
I VOL. QUEI COMPREHENDE TOM. I E II. _TOMO III, IV E V,l 4689

Vide Manuel de Faria e Sousa.

1702 ' .

Os LI'SIADAS DO GRANDE LUIS DE CAMOENS PRINCIPE Dos POETAS DE RES-
PANIIA; COM Os ARGUMENTOSI no LICENCEADO JOAO FRANCO BARRETO.
E INDEX DE TODOS os NOMES PROPRIOS EMENDADoS NESTA ULTIMA IM-
PRESSÃO. LISBOA, NA OEEICINA DE MANOEL LOPES FERREIRA. d: A sUA
CUSTA. MDCCII. COM TODAS As LICENÇAS NECESSARIAS. I vOL. ev

Depois do titulo: Vida do Grande Luíz de Camões: é a mesma que
Se reproduziu na edição de 1749. Em seguimento ao Poema O indice
dos nomes proprios.

l 720

oEIIAs DO OEANDE Luis DE cA/MÓEs, PRINCIPE Dos PoE'rAs HEEOIcOs E LI'-
mcos DE IIEsPANIIA, NOvAMENTE DAD'As Á Luz coM os-sEUs LusIADAs
coMENTADos I›EI.O LICENCEADO MANOEL coIInEA, ExAMINADon sYNO-
DAL DO AncEDIsPADo DE lLIsnoA, E ODEA DA IoriEIA DE s. sEEAsTIÃO
DA MODEAEIA, E NATUIIAI. DA OIDADE DE ELvAs, coM os AnGuMENTOs
DEJOÃO EEANOO DAIIDETO. E AGODA NESTA uLTIMA IMPIIEssÃO OOIIIIE-
c'rA E' AcEEscENTADA coM A suA vIDA, EscInrTA Pon MANOEL sEvEnIM
DE FARIA, OrEEEEcIDo Ao sENIIoE ANTONIO DE DAsTo PEIIEIIIA, DO cos-
sELIIO DE suA MAGEsTADE, ETc. LIsDOA occIDEN'rAL. NA orEIcINA DE
JOSEPH LorEs EEEEEIIIA, IMDIIEÍssOII DA sEIIENIssIMA EAYNIIA NossA
sENIIoEA, E Á sUA cUsTA. mo. I voL. rOLIo

Uma dedicatoria ao dito Antonio Basto Pereira, e um prologo ao lei-
tor: n'esta edição se juntaram trinta e sete sonetos novos, que não traz
Faria e Sousa. _ ' `

. A vida do Poeta que traz é a do Chantre Manuel Severim de Faria,
e os Lusíadas são acompanhados do Commentarz'o de Manuel Correia,
que se imprimiu no anno de 1613. Costuma vir junto um retrato do
Poeta em corpo inteiro e sentado, que parece tirado de algum origi-
nal antigo. `

1721

VOS LUSIADAS DO GRANDE LUIS DE CAMOES, PRINCIPE DOS POETAS DE III-ZS-
PANIIA, COM OS ARGUMENTOS DO LICENCEADO JOÃO FRANCO 'BARRETO E
INDEX DE TODOS OS NOMES PROPRIOS, AGORA NESTA ULTIMA IMPRESSÃO
NOVAMENTE CORRECTA.'OFFERECIDO A0 SENHOR MANOEL GALVÃO DE
CASTELLO BRANCO, ETC. LISBOA OCCIDENTAL, OFFICINA F\ERREYRIANA.
Nil. l VOL. 25.'

1

Antes do frontispicio um retrato dei Camões em um ovado, e em
torno a letra: Luiz de Camões, Princípe dos Poems das Hespanhas:
e por baixo, em uma base onde assenta este retrato, as armas do Poeta
entre uma penna e uma espada. Ao titulo segue-se a dedicatoria e logo
d'epois uma resumida biographia. Postoque no titulo faça menção só-
mente dos Lusiadas, comprehende tambem as Rimas que começam
a pag. 480. Não traz as comedias, e termina com o epitaphio latino da
sepultura, e as licenças para a impressão das Rimas. `

1 751-1752

LUSIADA, POEMA EPICO DE LUIS DE CAMOES PRINCIPE DOS POETAS DE HES-
'PANHA, COM 05 ARGUMENTOS DE JOÃO FRANCO BARRETO, ILLUSTRADO
COM VARIAS E BREVES NOTAS, E COM HUM PRECEDENTE APPARA'I'O DO
QUE LHE PERTENCE, POR IGNACIO GARCEZ FERREIRA, ENTRE OS ARCA"
DES CILMEDO. A ELREY D. JOÃO V NOSSO SENHOR. EM NAPOLES, NA OF-
FICINA PARRINIANA, 1731. 2 TOMOS. _-TOMO ll, EM ROMA, NA OFFICINA
DE ANTONIO ROSSI, 1732 _ .

Vide Ignacio Garcez Ferreira. _ .

1 749

OS LUSIADAS DO GRANDE LUIIS DE CAMOES, PRINCIPE DOS POETAS DE HES-
PANHA, COM OS~ARGUMENTOS DO LICENCEADO JOÃO FRANCO B'ARRETO,
E 'INDEX DE TODOS OS NOMES PROPRIOS AGORA NESTA ULTIMA IMPRES-
SÃO NOVAMENTE CORRECTOS. OFFERECIDOS AO SENHOR JOSÉ EUGENIO
VERGOLINO, CAVALLEIRO PROFESSO NA ORDEM DE CHRISTO, ETC. LIS-
BOA, NA OFFICINA DE MANOEL COELHO AMADO, E Á SUA CUSTA IMPRESSO.

' ANNO MDCCXLIX. COM TODAS AS LICENÇAS NECESSARIAS. 1 VOL. 25."

Depois da pagina do frontispicio, a dedicatoria do editor a Jose Eu-
genio Virgolino; logo o'Poema com os argumentos, e no fim dieste
'o indice dos nomes proprios. Segue uma vida resumida de Camões,
acompanhada do soneto centonico em seu louvor, por João Gomes do
Pego; outro anonymo de um amigo do Poeta, um de Diogo Taborda
Leitão, e o ultimo de Diogo Bernardes. As licenças vem na ultima pa-
gina, sendo a derradeira assignada em 29 de Abril de 1749. É em
muito mau papel, quasi pardo. `

I 1759

.OEIIAs DE LuIs DE cAMoENs. NovA EDIÇÃO. rAIn's, A cusTA
DE rEDIIo oENDnoN, nas. a vOL. m

\

Ao lado da pagina do titulo tem uma allegoria que consiste no Par-
naso, onde se vê Caliope amamentando um menino que é O Poeta. Esta
edição é dedicada a Pedro da Costa de Almeida Salema, Prelado da Pa-

I

[graphic]

lriarclial e Ministro portuguez na corte de Paris. Depois da dedicato-, ria traz um prologo ao leitor, no qual dá noticia da sua edição; tem o

retrato do Poeta copiado do de Gaspar Severim de Faria com a inscri- ' pção em latim, estampas no principio de cada canto, e um mappa da

derrota de Vasco da `Gama. A biographia e de Garcez; Os argumentos

e o indice dos nomes proprios de João Franco Barreto.

1772 I ' . y .

l oBRAs DE LUIs DE GAMoENs PRINCIPE Dos POETAS PORTUGuEzEs, NovAMENTE RElMPREssAs E DEDIGADAS Ao ILL.'lo E Ex."o sR. MARQUEZ DE POMBAL cONDE DE OEYRAS, MINISTRO E sEcRETARIO DE ESTADO, E DO coNsELIIO DE'sUA MAGESTADE,i ETc., ETG. POR MIGUEL RODRIGUES. LISBOA, NA oPrIcINA DE MIGUEL RODRIGUES, IMPRESSOR DO EMINENTISSIMO GARDEAL PATRIARGIIA. 4772. a vol.. zw '

0 primeiro volume comprehende os Lusíadas, precedidos de uma dedicatoria ao marquez, uma biographia do Poeta e um argumento historico; é acompanhada de estampas, e entre estas se comprehende o retrato do Poeta, e um mappa com a derrota' de Vasco da Gama; no fim vem o indice dos nomes proprios de João Franco Barreto. Os outros dois volumes comprehendem as Rimas e as tres Comedias.`

[blocks in formation]

\

oBRAs DE LUIS DE cAMõEs PRINCIPE Dos POETAS DE HESPANRA. NovA EDIÇÃO A MAIS coMPLETA E EMENDAD'A DE QUANTAS sE TEM FEITO ATIÍ: o PRESENTE. TUDO POR DILIGENGIA E INDUSTRIA DE LUIS FRANCISCO xAvIER coELno. LISBOA, NA oPEIGINA LUISIANA, ANNO me. con LIcENçA DA RE'AI. MEzA cENsORIA. 8.» A voL.

Umv retrato de Camões, e em torno este distico:, Ludovicus Camom'us Lusítanus Epícorum in Híspanía Princeps Vía'ít. An.. Lv Obíít. An. MDLxxIx. Por baixo do retrato os versos de Horacio;

Me colchus, dz qui dissimulat metum, etc.

l

.Traz um discurso preliminar apologetico e critico, sobre a edição; uma vida do Poeta; varias poesias em elogio de Camões; O Poema sem

z

[graphic]

os argumentos, e no fim o indice de João Franco Barreto, as estancias omittidas e as lições varias. ' _

e Os outros tres volumes comprehendem as poesias lyricas, e cada volume tem a sua prefação ou prologo. Niesta edição Se juntaram as que se suppõem usurpadas por Bernardes, e as obras attribuidas: é a mais completa das obras do Poeta. ~ \ . '

1782-1785

OBRAS DE LUIS DE CAMOENS, PRINCIPE DOS POETAS DE HESPANHA. SEGUNDA EDIÇÃO DA QUE NA OFFICINA LUISIANA SE FEZ EM LISBOA NOS ANNOS DE 1779 E 1780. L TOMOS 8.°

\

O primeiro tomo, que comprehende Os Lusíadas, é dividido em duas partes e saiu no anno de l782. e as Rimas no seguinte. '

1800

\

LUSIADAS DE LUIS DE cAMoENs. GOIMBRA, NA IMPRENSA DA UNIVERSIDADE. Isoo. a voL.

Contém um compendio da vida do Poeta, e o argumento historico dos Lusíadas, extrahido da edição de Ignacio Garcez Ferreira; os argumentos de João Franco Barreto, e no fim o seu indice dos nomes proprios, e as estancias omittidas e lições varias. achadas por Faria P Sousa.

1805

LUSIADAS DE LUIS DE GAMOENS. LISBOA, NA TYPOGRAFIA LACEIIDINA. ` Isca. 2 v0L. Ia."

É a reproducção da de Coimbra de 1800, com a dilierença que os cantos do Poema são precedidos de estampas.

. 1808

`LUSIADAS DE LUIS DE CAMOENS. ACRESCENTAM-SE AS ESTANCIAS DESPRESADAS POR O POETA, AS LICENÇAS VARIAS E BREVES NOTAS PARA ILLL'STRAÇÃO DO POEMA. EDIÇÃO DE J. E. HETZIG. 1'V,0L. 16."

No principio tem: Obras de Camoens, Tomo I. São só os Lusíadas,não sei se imprimiu o resto das poesias.

« AnteriorContinuar »