Brasília Kubitschek de Oliveira

Capa
Editora Record, 2006 - 399 páginas
0 Resenhas
“A leitura apaixonante de Brasília Kubitschek de Oliveira reafirmou em mim a vontade de escrever uma minissérie sobre JK, pois a sua história, aliada à da construção de Brasília, constitui uma das sagas mais emocionantes do Brasil.” Maria Adelaide Amaral, escritora, autora da minissérie JK “Uma obra leve, inteligente e culta.”Fábio Lucas, escritor e crítico literário “É quase uma biografia do presidente, tecida sob o prisma da cidade que ele criou.”Gilberto Felisberto Vasconcellos, professor, escritor, articulista da Folha de S. PAulo“Que trabalho de pesquisa e que sutileza de escrita!” Nirlando Beirão, jornalista e escritor “Um relato riquíssimo da história recente do nosso país.”Francisco Weffort, sociólogo, professor, homem público “O Juscelino que mora neste livro é o legítimo, o verdadeiro, o real.”Affonso Heliodoro dos Santos, escritor, assessor, confidente e guardião fiel da memória de JK Quem foi e o que fez JK? Como conseguiu o crescimento acelerado e a inserção do país na modernidade sem trair a democracia? Quais eram os seus sonhos? Por que decidiu mudar o Brasil e construir Brasília tão depressa? Valeu a pena? Quanto custou? Capital da roubalheira e da inflação ou segunda descoberta do Brasil? Quem eram e o que realmente queriam seus adversários e inimigos políticos? Por que o mais popular, feliz e otimista presidente da República depois sofreu tanto e morreu três vezes? Ronaldo Costa Couto, consultor histórico da série JK, que a Rede Globo veicula a partir de 03 de janeiro, responde a essas questões e a muitas outras em BRASíLIA KUBITSCHEK DE OLIVEIRA. É Um mergulho original na história de Brasília, de seu fundador e de outros construtores de sonhos. OScar Niemeyer, Lúcio Costa, Israel Pinheiro, Bernardo Sayão, Darcy Ribeiro, Burle Marx, candangos. HIstória e historinhas, graças e pesadelos, lições de manhas e artimanhas políticas, pioneirismo e entusiasmo, amor e ódio, dor, paixão e frieza, felicidade e tragédia. TAmbém bom humor, com pencas de episódios interessantes e pitorescos, alguns de pura ternura.TRata da vida, paixão e morte de Juscelino, o presidente da liberdade e do desenvolvimento, contemporâneo do futuro. O Visionário dos cinquenta anos em cinco, de um Brasil brilhante, alegre, confiante e que dava certo. MOstra sua trajetória de modo atraente, criativo, fascinante. O Estadista e também o ser humano Juscelino, o Nonô da mestra Júlia, mineirinho ladino, intuitivo, guerreiro e feliz que sacudiu, mudou e empurrou o Brasil com toda a força para o futuro. MAis de cinquenta entrevistados ajudam o autor a contar essa grande história. DE Niemeyer a Walther Moreira Salles; do candango Seu Zé ao economista Roberto de Oliveira Campos. ANos JK, anos dourados. PRofundidade, muita ação, muita emoção, beleza e leveza. UMa delícia!

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Outras edições - Visualizar todos

Informações bibliográficas