Biologia da libertação

Capa
Beto Vianna, 3 de nov de 2016 - 160 páginas
1 Resenha
Este livro reúne onze textos publicados em duas edições do jornal 'O Cometa Itabirano', além de seis artigos inéditos. Biólogos, antropólgos, psicólogos, lingüístas, filósofos, jornalistas, estudantes e artistas discutem as muitas faces do biológico - os modos de descrever e as relações estabelecidas com os objetos naturais. O livro é dividido em três partes - biologia da libertação; animal comportamento; pós-libertação.
 

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

Comemorando os 200 anos de Darwin e os 150 anos da Origem das espécies, Biologia da libertação reúne 19 autores de 7 países que discutem as muitas faces do biológico: os modos de descrever e as relações que estabelecemos com os objetos naturais.
Participação de Nelson Vaz, Tomás Sánchez-Criado, Guilherme Sá, Rubén Gómez-Soriano, Beto Vianna, Susan Oyama, Ximena Dávila, Humberto Maturana, Humberto Gutierrez, Vinciane Despret, Dida Mendes, Rui Oliveira, Angelo Campos, Tim Ingold, Hilton Japyassú, Flávia Rodrigues, Ignacio Muñoz, Mario Drumond e o etólogo brasileiro César Ades.
(resenha do editor)
Mais informações: http://www.biolinguagem.com/livros.html
 

Conteúdo

póslibertação
95
Cognições mínimas Hilton F Japyassú
97
A Caixa 4 Flávia Rodrigues
109
Os fundamentos biológicos do educar e do educador social Humberto Maturana Ximena Dávila e Ignacio Muñoz
114
Idéias lógicas e ideologias Mario Drumond
124
Spock e a deriva natural Beto Vianna
131
Imunoastrologia Nelson Vaz
145
leitura complementar
150
Direitos autorais

Termos e frases comuns

Informações bibliográficas