Ecologia

Capa
Loyola, 1995 - 91 páginas
1 Resenha
Apresenta de maneira simples os principais temas e problemas tratados pela ecologia nos dias de hoje, evitando graficos, formulas matematicas, esquemas e termos especializados. Traz cinquenta palavras abordando as principais questoes, conceitos e fenomenos tratados pela ciencia ecologica. E ainda uma lista de 300 palavras, no final do livro, permitindo ao leitor completar sua informacao e esclarecer duvidas, dada a organicidade efetiva eixstente entre muitos dos termos apresentados.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

Poluição, efeito estufa, animais em extinção, agrotóxicos, camada de ozônio... A ecologia surgiu como ciência no século passado, mas o agravamento dos problemas ambientais do planeta a tornaram um tema cotidiano na vida das pessoas. Essa apropriação crescente da ecologia pela sociedade suscita dúvidas, abusos de linguagem e confusão de raciocínios.
O que está realmente em jogo nas questões ambientais? O que é verdadeiramente catastrófico nos problemas ambientais? O que pode ser melhorado ou restaurado? Que leis e fenômenos comandam a vida no planeta? Como e no que atuam os profissionais da ecologia, os ecólogos?
Este livro apresenta de maneira simples os principais temas e problemas tratados pela ecologia nos dias de hoje, evitando gráficos, fórmulas, matemáticas, esquemas e – na medida do possível – termos especializados. Esta publicação não busca substituir os livros básicos de ecologia, nem os inúmeros trabalhos existentes sobre cada um dos assuntos abordados.
Sem pretender esgotar um assunto tão complexo, as cinqüenta palavras apresentadas abordam as principais questões, conceitos e fenômenos tratados pela ciência ecológica. Mas uma lista de 300 palavras, no final do livro, permite ao leitor completar sua informação e esclarecer dúvidas, dada a organicidade entre muitos dos termos apresentados.
Milhares de exemplares desse pequeno livro – manual já foram vendidos para profissionais de imprensa, advogados, educadores, membros do judiciário e do legislativo, técnicos, agrônomos, biólogos e estudantes de diversas carreiras que de alguma forma se relaciona com questões ambientais.
 

Informações bibliográficas