Planejamento e zoneamento: São Paulo, 1947-1972

Capa
EdUSP, 2005 - 304 páginas
Nesta versão atualizada de sua tese de doutorado, a urbanista Sarah Feldman aborda o período em que o planejamento passa a ser institucionalizado e o zoneamento da cidade começa a ser feito - e se transforma no principal instrumento de planejamento urbano. Com mapas, estatísticas, descrições sobre as leis de zoneamento, disputas de interesse e projetos, faz de 'Planejamento e Zoneamento - São Paulo - 1947-1972' um livro importante para entender as formas de urbanismo em São Paulo e, conseqüentemente nas demais cidades brasileiras.
 

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Conteúdo

AGRADECIMENTOS
11
ANHAIA MELLO E A AMERICANIZAÇÃO DO SETOR DE URBANISMO
57
As IDÉIAS DIFUNDIDAS PELO DEPARTAMENTO DE URBANISMO
83
O ZONEAMENTO COMO MOSAICO DE LEIS PARCIAIS
149
A ILUSÃO DO ZONEAMENTO COMO MODELO DE ORGANIZAÇÃO GLOBAL DA CIDADE
185
O PLANO INCORPORA O ZONEAMENTO
237
A INSTITUCIONALIZAÇÃO DO ZONEAMENTO EM SÃO PAULO
255
CONCLUSÕES
277
BIBLIOGRAFIA
285
ANEXO
301
Direitos autorais

Outras edições - Visualizar todos

Referências a este livro

Informações bibliográficas