Mesmer: A CIENCIA NEGADA E OS TEXTOS ESCONDIDOS

Capa
No final do século 18, uma descoberta espetacular provocou verdadeira revolução na medicina - o magnetismo animal, feita pelo médico alemão Franz Anton Mesmer. Essa descoberta, no entanto, abalava as estruturas de uma ciência que servia aos próprios interesses. Uma conspiração silenciou Mesmer e o magnetismo animal foi expulso da categoria de ciência. Até hoje, Mesmer carrega o estigma da calúnia de ter sido um charlatão, apesar de ter usado o método experimental em suas pesquisas, muito antes dos médicos materialistas. Refugiado na Alemanha, porém, ele registrou toda a história e suas descobertas em três livros. Por mais de duzentos anos essas obras ficaram escondidas numa prateleira da Biblioteca Nacional da França. Com potencial revolucionário, elas finalmente se encontram acessíveis para os pesquisadores do século 21.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

O Magnetismo Animal abriu caminho para o surgimento do Espiritismo e foi considerado por Allan Kardec como ciência irmã. "Se devêssemos ficar fora da ciência magnética, nosso quadro estaria incompleto, e se poderia nos comparar a um professor de física que se abstivesse de falar da luz", afirmou na Revista Espírita, de 1858. Mas Kardec não poderia prever que a ciência do Magnetismo Animal seria abandonada, impedindo um completo entendimento da Doutrina. Preenchendo essa lacuna, foi lançada esta tradução integral e comentada de todos os livros originais de Mesmer (Memória sobre a Descoberta do Magnetismo Animal, 1779; Resumo Histórico dos Fatos Relativos ao Magnetismo Animal, 1784; Memória de F. A. Mesmer, doutor em medicina, sobre suas descobertas, 1799; e as anotações de seus alunos: Aforismos de Mesmer, 1785). Esses estudos servem não só aos espíritas, mas a todos os interessados nas origens da psicologia, hipnose, psicanálise, medicina científica, entre outros. O livro também traz uma história revista da medicina. 

Informações bibliográficas