Cartas a theo

Capa
L & PM, 1997 - 197 páginas
0 Resenhas
As cartas de Van Gogh ao seu irmão Théo têm merecido nas últimas décadas a atenção de artistas, estudiosos, psiquiatras e todos aqueles que se interessam pelos extremos da aventura humana. Nada foi mais intenso, transparente, íntimo e entranhadamente verdadeiro do que a troca de cartas entre os irmãos Théo e Vincent. À parte a descrição do drama que se desenrola no cotidiano caótico de Vincent, estas cartas são muito mais do que uma biografia documental. São, isto sim, o retrato da alma de um grande artista, onde se pode acompanhar o processo de criação, os detalhes técnicos, a formação e, passo-a-passo, a doença que foi tomando conta do pintor, culminando em 1889, quando um tiro no peito silenciou um dos maiores artistas de todos os tempos.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Outras edições - Visualizar todos

Informações bibliográficas