Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Volume 12

Capa
1849
0 Resenhas
As avaliações não são verificadas, mas o Google confere e remove conteúdo falso quando ele é identificado
 

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Outras edições - Ver todos

Passagens mais conhecidas

Página 274 - Brasil: vastíssima região, felicíssimo terreno, em cuja superfície tudo são frutos, em cujo centro tudo são tesouros, em cujas montanhas e costas tudo são aromas, tributando os seus campos o mais útil alimento, as suas minas o mais fino ouro...
Página 275 - ... são as mais benignas, e se mostram sempre alegres: os horizontes, ou nasça o sol, ou se sepulte, estão sempre claros...
Página 343 - Meu padre Bartholomeu , Eu, segundo o meu sentir, Não vi outro mais subir De quantos vi voar eu : O conceito é como meu, Que o não pude achar melhor; Porém se como orador Tanto sabeis levantar, Não me deveis estranhar, Que eu vos chame VOADOR. 2.
Página 544 - Inspira-me o teu canto: Só tu a impulso tanto Todo o prazer me dás. Já a alma não suspira; Pois chega a escutar-te: De todo, ou já em parte Vai-se ausentando o mal.
Página 338 - Eu. El-Rei faço saber, que o P. Bartholomeu Lourenço me representou por sua petição, que elle tinha descoberto um instrumento para se andar pelo ar, da mesma sorte que pela terra e pelo mar, e com muito mais brevidade, fazendo-se muitas vezes duzentos e\ mais léguas de caminho por dia...
Página 31 - ... pedir, para que tudo fique em perpetuo silencio, e conservação da paz e concordia , que pretendem ter ; com declaração que se algum morador da dita villa , ou qualquer outra pessoa que tiver alguma cousa sua , assim movei , como de raiz , que pertença a elles ditos padres ou a seu collegio , que contra esses occupadores e suas...
Página 129 - Ama a gente assisada A honra, a vida, o cabedal tão pouco, Que ponha uma acção destas Nas mãos d'uni pobre, sem respeito, e louco?
Página 342 - Esta fera passarola, Que leva por mais que brame, Trezentos mil réis de arame Somente para a gaiola : Esta urdida paviola, Ou este tecido enredo ; Esto das mulheres medo E em fim dos homens espanto Assim* fora eu cedo sauto, Como se ha de acabar cedo.
Página 21 - Meus filhos, andamos por amor de vós desterrados e fora de nossas casas, pois esses maus homens e hereges vos querem fazer captivos, o que não ha de ser assim, meus filhos... E com estas palavras amorosas, que para um...
Página 539 - Nize? onde estás? Aonde espera Achar-te uma alma, que por ti suspira; Se quanto a vista se dilata, e gira, Tanto mais de encontrar-te desespera! Ah se ao menos teu nome ouvir pudera Entre esta aura suave, que respira!

Informações bibliográficas