Imagens da página
PDF
ePub

DIFFERENÇAS ORTHOGRAPHICAS

CONFRONTAÇÃO

FEITA ENTRE ÀS DIAS EDIÇÕES DOS LUSIADAS

IMPRESSAS EH 1572

DAS QCAES IIA E TIDA 1'õR PR1SEIRA E 01 TUA POR SEGUNDA

Esta minuciosa confrontação, em que se apontam as differenças typographicas de orthographia, erros e anomalias, foi feita sobre dois exemplares, um da reputada primeira edição, que pertence ao ex.mo sr. João Felix Alves Minhava, e tinha sido do monsenhor da extincta patriarchal, bibliothecario da bibliotheca publica e academico da academia real das sciencias de Lisboa, José Joaquim Ferreira Gordo; o outro, isto é, o da reputada segunda edição, é pertencente ao ex.m0 sr. José Maria da Fonseca, que com a mais generosa amabilidade o poz á nossa disposição, o qual pertenceu ao desembargador o procurador da real fazenda Antonio José Guião, e ultimamente por dadiva de seu sobrinho e meu primo e amigo João Palha de Faria Lacerda ao nosso celebre poeta o visconde de Almeida Garrett.

Do accurado exame a que se procedeu se colhe, como o leitor verá, que não ha systema orthographico seguido com regularidade, pois até em uma mesma estancia se encontra divergencia, como, por exemplo, a terminação em ão e am, que apparece conjunctamente escripta das duas maneiras na mesma edição.

Do mesmo exame se conhece que a segunda edição não pôde servir de correctivo á primeira, porquanto ha cousas que em uma vem melhor e o contrario succede na outra.

Colhe-se ainda que existem outros exemplares com a data de 1572 com variantes, pois nos dois exemplares que agora foram confrontados não se encontram as estancias com a numeração errada, que existiam em uma das edições examinadas para o uso do morgado de Matheus%

Ouvimos dizer que o sr. José Feliciano de Castilho confrontara conjunctamente umas seis ou sete edições de 1572, e em todas deparára com mais ou menos variantes; o motivo porém d'este phenomeno bibliographico é difficil de resolver. Seriam contrafacções? É possível e talvez provavel, quando estas variantes são em numero. Seriam emendas, quando se compunha na imprensa? Se as variantes fossem somente entre dois exemplares poderia ser, pois d'isto ainda hoje ha exemplos, postoque no tempo em que havia censura previa poderia soffrer sua contradicção, porém em differentes exemplares parece-me que a typographia, em tempos que havia mais escassez de typos, não os conservaria por muito tempo impedidos. Seriam folhas intercalladas de outras edições? É o mais provavel. Assim, estas multiplicadas variantes, repetimos, são enigma bibliographico que não sabemos resolver, e por isso limitâmo-nos a apontar o facto.

Alem das differenças que se apresentam nas duas edições cotejadas, distinguem-se ainda estas pela differença do frontispicio. Constam elles de uma portada com columnas, e no centro da empena um pelicano picando o peito para sustentar os filhos; na reputada primeira edição está o pelicano com o bico voltado para o peito esquerdo, como é natural, e se encontra na heraldica e monumentos de D. João II, de quem era a empreza, e assim parece indicativo de ser esta a primeira edição. Na outra o pelicano está em ordem inversa, o que manifesta que se copiou da que se reputa primeira edição, sem advertir que na tiragem ficava trocado.

No ornato notam-se tambem sensiveis differenças; e os typos do frontispicio da primeira são um pouco maiores que os da segunda.

O privilegio da primeira contém 34 linhas, e o da segunda 33, por isso a partição começa a fazer differença desde a linha 7.a por diante.

Na orthographia encontram-se igualmente differenças. Na linha 1.* a primeira edição escreve «vire», a segunda unirem»; na linha 5.a a primeira «cõtem» a segunda «contem»; na linha 6.a a primeira «cãtos» a segunda «cantos»; na linha 10.a a primeira «tê» a segunda «tem»; na linha H.a a primeira «annos q», a segunda «anos que»; na linha 12.a a primeira «imprimir», a segunda «empremir»; na linha I3.a a primeira «ne», a segunda «nem»; na linha 14.a a primeira «vèder», a segunda «vender»; na linha I6.a a primeira «cinquocla volumes», a segunda «cinquoenta votmes»; na linha 22.a a primeira «yeeral», a segunda «geral»; na linha 23.a a primeira «sancio inquisiram com», a segunda «santo inquisição cã»; na linha 2t5.a a primeira «sancio», e a segunda, na linha 2íi.a que lhe corresponde, «santo»; na linha 29.a a primeira «per chanceUaria,» e a segunda, na linha 28.'1 que lhe corresponde, «por» e na 29.a «chanceUaria»; na linha 30.a a primeira «ordenaçam (ilido », a segunda «ordenação tit.»; na linha 32.a a primeira "atino», a segunda, na linha 3I.a que lhe corresponde, «ano»; na mesma linha 32.aa primeira «per valham», a segunda «por talhão»; na linha 33." a primeira «a vinte e quatro», a segunda, na linha 32." que lhe corresponde, «a xxim».

Na censura continua a mesma desharmonia. Na linha l.a a primeira edição escreve «sancia», a segunda «santa»; na linha 3.a, a primeira «fizeram Asta, », a segunda « fizerão Asia»; na linha 5.a a primeira «fee costumes», a segnnda «fe cmtumes»; na linha 0.' a primeira «Author», a segunda «Autor»; na linha 7.a a primeira «navegaçam», a segunda «navegação»; na partição da linha 10.a a primeira «Deosas.», a segunda «Deosas»; na partição da linha 12." a primeira «Poético,», a segunda «Poético»; na linha li.a a primeira «tat,», a segunda «tat.»; na linha 15." a primeira «fee Gentios», a segunda «fe Gêtios»; na linha 16.a a primeira «Livro», a segunda «tivro».

O numero de linhas é igual em ambas as edições (18); os typos da primeira edição são mais pequenos que os da segunda, e os da assignatura do censor n'esta mais pequenos que os d'aquella.

Na primeira edição acha-se collocado o nome do censor da seguinte fórma:

Frei/ Bertholameu
Ferreira

e na segunda por este modo:

Frep Bertholameu
Ferreira

A marca de agua do papel, que naquelle seculo ordinariamente provinha de França ou de Veneza (importando em Portugal o movimento commerciat d'esta mercadoria em 20:000 cruzados, o que hoje equivaleria a uns cento e tantos contos de réis) é algumas vezes dif•ferente nas duas edições, bem como o é a qualidade, que na reputada primeira é mais assetinado e delgado, acontecendo o contrario na reputada segunda.

TOM. VI 31

[merged small][merged small][table]
« AnteriorContinuar »