Quilombo do Campo Grande: a história de Minas roubada do povo

Capa
A Gazeta Maçônica, 1995 - 318 páginas
"Highlights participation of free blacks and slaves in colonial Minas Gerais. Based on an 18th-century document, author maps out 25 important quilombos in Minas Gerais, some with more than 200 houses. Believes that after 1725 and 1735, the imposto por capitação forced many of the unprotected poor to seek refuge in quilombos"--Handbook of Latin American Studies, v. 58

De dentro do livro

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

É SÓ O FALTAVA. NÃO QUEREMOS CONHECER A NÓS MESMOS? ESSA E A NOSSA HISTÓRIA
MAS PREFERIMOS A KOKAKOLA...

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

Em segunda edição, aprofundada e ampliada, o mesmo autor confirmou em suas 1034 páginas praticamente tudo que se afirmou na primeira, indicando suas fontes privilegiadamente primárias em mais de 2.700 notas de rodapé, com o objetivo de propiciar a aferição e o aprofundamento no estudo, a ponto de justificar a mudança do subtítulo da primeira edição para “História de Minas que se Devolve ao Povo”.
Impresso pela SantaClara - Editora e Produção de Livros Ltda. em agosto de 2008, a tiragem se esgotou em maio de 2010. Assim, o autor disponibilizou gratuitamente esta segunda edição aqui no Google Livros.
 

Conteúdo

Razões para recontar esta história
13
A Revolta de Felipe dos Santos
30
Heróis de Verdade
47
Direitos autorais

15 outras seções não mostradas

Outras edições - Visualizar todos

Termos e frases comuns

Informações bibliográficas