Gênero, família e trabalho no Brasil

Capa
Clara Araújo, Maria Celi Scalon
FGV Editora, 2005 - 303 páginas
Por que, no Brasil, os cidadãos desconfiam dos políticos e, ao mesmo tempo, estão prontos a seguir um líder carismático? Que tipo de cidadania existe no Brasil? Ou melhor, como neste país se construiu um conceito de cidadania e uma experiência de democracia? Este livro examina tais questões, apontando que a cidadania no Brasil passa pela questão dos direitos sociais e pela luta pela extensão da participação política, o que envolve, necessariamente, a formação da classe trabalhadora e suas relações com o Estado.
 

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Conteúdo

Apresentação ã 3a edição
9
Apresentação ã a edição
12
ntrodução
17
A HORA E A VEZ DOS TRABALHADORES
33
República e Socialismo na Virada do Século
35
A Voz do Povo
38
dentidade social e participação política
43
A proposta dos partidos operários
46
A pátria o sabre e o padre
101
Socialistas cooperativistas Quem eram os amarelos?
111
A escalada anarquista
118
o Debate ou a Razão se Dá aos Loucos
129
A questão doutrinária
138
O debate ou a razão se dá aos loucos
144
A CSCB e o debate anarquistas x comunistas
148
A escalada dos neocomunistas
156

A República em mãos dos mesmos senhores
55
Povo política e trabalho na capital federal
59
A luta por um partido operário
63
Os socialistas na virada do século
66
outra Sociedade outra Cidadania
81
O que foi o socialismo anarquista
88
O anarquismo no sindicato
92
a futura comunidade de homens
96
o Ministério do Trabalho
163
V A Lógica do Quem Tem Ofício Tem Benefício 1
175
O Redescobrimento do Brasil
189
V A nvenção do Trabalhismo
211
V Trabalhismo e Corporativismo
237
V Do Trabalhismo ao PTB
265
Finalizando
299
Direitos autorais

Outras edições - Visualizar todos

Termos e frases comuns

Informações bibliográficas