Pesquisa Imagens Maps Play YouTube Notícias Gmail Drive Mais »
Fazer login
Livros Livros
" Que belleza nos legou! Pungido de acerbas dores, Pelo Tejo, seus amores, Foi o rei dos trovadores, Foi o cysne que expirou. Como Ovidio, desterrado... "
Revista universal Lisbonense - Página 488
1848
Visualização completa - Sobre este livro

Lisia poetica: ou, collecção poesias modernas de auctores ..., Volumes 3-4

1848
...Foi-se-lhe a vida em desgosto Ao que a patria assim cantou.... Mais poeta que Ariosto Que bellezas nos legou ! ! Pungido de acerbas dores, Pelo Tejo, seus amores, Foi o rei dos trovadores.... Foi o Cysne que expirou ! Como Ovidio, desterrado Lá na gruta de Macáu, Só tem o pranto enxugado Pela...
Visualização completa - Sobre este livro

Revista popular: semanario de litteratura e industria, Volumes 1-2

1849
...a vida cm desgosto Ao que a pátria assim cantou. Mais poeta que Ariostb Que bellezas nos legoa ! ! Pungido de acerbas dores. Pelo Tejo, seus amores,...rei dos trovadores Foi o cisne que expirou ! Como Ovídio, desterrado Lá na gruta de Macau, Só teve o pranto enxugado Pela mão do pobre Jaó, D'escravo,...
Visualização completa - Sobre este livro

Poesias

Luiz Augusto Palmeirim - 1851 - 458 páginas
...assim cantou, Mais poeta que Ariosto Que bei lesas nos legou ! Pungido de acerbas dores, Pelo Téjo seus amores ; Foi o rei dos trovadores, Foi o cisne que expirou ! Como Ovidio desterrado, Tristesas canta tambem. Do seu Téjo enamorado, Saudades pungil-o vem ! Aos inbospitos palmares Das...
Visualização completa - Sobre este livro

Poesias

Luís Augusto Palmeirim - 1854 - 353 páginas
...Camões ! Foi-se-lhe a vida em desgosto Ao que a patria assim cantou, Mais poeta que Ariosto Que bellesas nos legou! Pungido de acerbas dores, Pelo Tejo seus...Foi o cisne que expirou ! Como Ovidio desterrado, Tristesas canta tambem. Do seu Tejo enamorado, Saudades pungil-o vem ! Aos inhospitos palmares Das...
Visualização completa - Sobre este livro

Chresthomathia: ou, Collecção de trechos e excerptos de prosa e verso de ...

1867 - 323 páginas
...temido, Hoje só é conhecido... . Pelos cantos de Camões. 71 Mais poeta que Ariosto, Que bellezas nos legou!! Pungido de acerbas dores, Pelo Tejo, seus...foi o cisne que expirou ! Como Ovidio, desterrado W na gruta de Macáu, Só teve o pranto enxugado Pela mão do pobre Jáo, D'escravo, tornou-se amigo,...
Visualização completa - Sobre este livro

Parnaso portuguez moderno

Teófilo Braga - 1877 - 319 páginas
...Camões. Foi-se-lhes a vida em desgosto, Ao que a patria assim cantou; Mais poeta que Ariosto, Que belleza nos legou! Pungido de acerbas dores, Pelo Tejo, seus amores, Foi o rei dos trovadores, Foi o cysne que expirou. Como Ovidio, desterrado Lá na gruta de Macáo, Só tem o pranto enxugado Pela mão...
Visualização completa - Sobre este livro

Parnaso portuguez moderno: precedido de um estudo da poesia moderna portugueza

Theophilo Braga - 1877 - 319 páginas
...canções, Fomos o povo escolhido ; O nosso nome temido Hoje só é conhecido Pelos cantos de Camões. Pungido de acerbas dores, Pelo Tejo, seus amores, Foi o rei dos trovadores, Foi o cysne que expirou. Como Ovidio, desterrado Lá na gruta de Macáo, Só tem o pranto enxugado Pela mão...
Visualização completa - Sobre este livro

Museu camoneano

1880 - 134 páginas
...i Foi-se-lhe a vida em desgosto Ao que a patria assim canto», Mais poeta que Ariosto Que bellezas nos legou ! Pungido de acerbas dores, Pelo Tejo seus amores, Foi o rei dos trovadores, Foi o cysne que expirou f Como Ovidio desterrado, Tristezas canta tambem. Do seu Tejo enamorado, Saudades...
Visualização completa - Sobre este livro




  1. Minha biblioteca
  2. Ajuda
  3. Pesquisa de livros avançada
  4. Download do ePub
  5. Download do PDF