Razões práticas: Sobre a teoria da ação

Capa
Papirus Editora, 11 de out de 2017 - 224 páginas
Esse livro "apresenta um retorno reflexivo sobre o conhecimento acumulado e os fundamentos de minhas pesquisas anteriores (...) e um primeiro balanço dos trabalhos que venho fazendo, há alguns anos, sobre a gênese do Estado e sobre a economia dos bens simbólicos". "Se posso fazer um voto, desejo que meus leitores, especialmente os mais jovens, que começam a se envolver em pesquisas, não leiam esse livro como um simples instrumento de reflexão, um simples suporte da especulação teórica e da discussão abstrata, mas como uma espécie de manual de ginástica intelectual, um guia prático que é preciso aplicar a uma prática, isto é, a uma pesquisa prazenteira, liberta de proibições e de divisões e desejosa de trazer a todos essa compreensão rigorosa do mundo que, estou convencido, é um dos instrumentos de liberação mais poderosos com que contamos." Pierre Bourdieu

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Outras edições - Visualizar todos

Sobre o autor (2017)

Pierre Bourdieu (1930-2002) foi um sociólogo e filósofo francês. A partir do final dos anos 1960, tornou-se uma das maiores figuras, provavelmente o representante mais notável, da sociologia contemporânea. Fundador da revista Actes de la Recherche en Sciences Sociales e professor do Collège de France, Bourdieu foi, certamente, o sociólogo de sua geração mais conhecido do público cultivado; e permanece um dos mais debatidos dentro da comunidade acadêmica. Suas principais obras publicadas no Brasil são: Desencantamento do mundo (Perspectiva); Lições de aula (Ática); A ontologia de Martin Heidegger (Papirus); Coisas ditas (Brasiliense); Economia das trocas simbólicas (Perspectiva); Economia das trocas linguísticas (Edusp) e As regras da arte (Companhia das Letras).

Informações bibliográficas