Cerrado: ambiente e flora

Capa
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Centro de Pesquisa Agropecuária dos Cerrados, Ministério da Agricultura e do Abastecimento, 1 de jan de 1998 - 556 páginas
Ocupacao indigena do cerrado: esboco de uma historia; Ocupacao do cerrado por bandos de cacadores e coletores; Processos culturais associados a ocupacao inicial; Processos de adaptacao; Ocupacao do interior do continente no Holoceno inicial; Ciclos de abastecimento; Modelo das relacoes espacias e comportamento cultural; Ocupacao do cerrado por horticultores de aldeias; Ligacao de fases arqueologicas com as tribos coloniais; Grupos indigenas sobreviventes; Ideias para uma historia; Solos do bioma cerrado: aspectos pedologicos; Caracteristicas empregadas para distinmcao de classes de solo; Caracteristicas morfologicas e fisicas; Caracteristicas quimicas; Caracteristicas auxiliares; Principais classes de solos do bioma cerrado; Lataossolos; Areias quartzosas; Podzolicos; terra roxa estruturada; Cambissolos; Plintossolos; Solos litolicos e litossolos; Hidromorfico cinzento, glei pouco umido e glei humico; Fitofisionomias bioma cerrado; Os biomas do Brasil; O bioma cerrado; Origem das formacoes florestais; Origem das formacoes savanicas e campestres; Cerrado: definicao de termos; Trabalhos abordando terminologia fitofisionomica; Padronicacao de termos fitofisionomicos; Principais tipos fitofisionomicos do cerrado; Formacoes florestais; Mata ciliar; Mata de galeria; Mata seca; Cerradoa; Formacoes savanicas; Cerrado sentido restrito; Parque de cerrado; Palmeiral; Vereda; Formacoes campestres; Campo sujo; Campo rupestre; Campo limpo; Chave de identificacao dos tipos fitofisionomicos do cerrado; Chave de identificacao; Fenologia ae biologia reprodutiva das especies de cerrado; Fenologia e savanas tropicais; Determinantes ambientais e diversidade fenologica; Estabelecimento; Frutificacao e dispersao; Floracao; Brotacao; Modelo geral; Fenologioa e estrutura da comunidade; Coleta; propagacao e desenvolvimento inicial de especies do cerrado; Coleta de material de propagacao; Escolha das arvores matrizes; Epoca e metodos de coleta; Extracao de sementes; Armazenamento de sementes; Metodos para superar a dormencia; Fatores que influenciam a agerminacao de sementes; Propagacao sexuada em condicoes naturais; Formacao de muda em viveiro; Propagacao assexuada; Propagacao in vitro; Frutas nativas do cerrado: caracterizacao fisico-quimica e fonte potencial de nutrientes; Flora vascular do cerrado.

De dentro do livro

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Conteúdo

esboço de uma história
3
Adriana Reatto João Roberto Correia Silvio Tulio Spera
48
Areias Quartzosas
62
Direitos autorais

6 outras seções não mostradas

Termos e frases comuns

Informações bibliográficas