Reis negros no Brasil escravista: história da festa de coroação de rei congo

Capa
Editora UFMG, 1 de jan de 2002 - 387 páginas
1 Resenha
O enfoque do livro é o de buscar traçar o processo histórico no qual as festas de coroação de rei congo se constituíram, privilegiando a perspectiva do encontro de culturas diferentes, que, em dado contexto de dominação social, produziu manifestações culturais mestiças. Para tanto, foi necessário aprofundar o conhecimento da história e da cultura da África Centro-Ocidental, que compreende a região chamada pelos portugueses, dos séculos XVI ao XIX, de Congo e Angola, e preencher uma lacuna nos estudos de manifestações culturais afro-brasileiras, no que diz respeito às contribuições do mundo banto. O livro é dividido em cinco capítulos - 'Reis, tios e símbolos'; 'Catolicismo e poder - o caso congolês'; 'Povos em contato - comércio, poder e identidade'; 'Realeza negra no novo mundo'; e 'Congadas e cristianização'.
 

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Conteúdo

I
17
II
23
III
43
IV
97
V
249
VI
325
Direitos autorais

Outras edições - Visualizar todos

Termos e frases comuns

Informações bibliográficas