Rádio Nacional, o Brasil em sintonia

Capa
Jorge Zahar Ed., 2005 - 223 páginas
2 Resenhas
Fundada em 1936, a Rádio Nacional do Rio de Janeiro ocupou por 20 anos a liderança do rádio no Brasil. Foi a principal emissora da América Latina e uma das cinco melhores do mundo, "lar" de grandes nomes da época de ouro do rádio no país - como Emilinha, Marlene, Almirante, Gilberto de Andrade, César de Alencar, Noel Rosa, Haroldo Barbosa, Francisco Alves, Orlando Silva e tantos outros.Transmitida em diversos idiomas, para diferentes continentes, sua programação destacava-se pela variedade e riqueza de conteúdos, influenciando a evolução da música e da dramaturgia brasileiras, valorizando características regionais e promovendo a integração nacional. A história da emissora acompanhou a do país, e conserva os ingredientes de suspense, emoção, heroísmo e vilania que marcaram sete décadas decisivas para a nossa tumultuada República. Esse livro resultou de pesquisa iniciada por volta de 1972, com a gravação de uma série de entrevistas com profissionais do rádio tão importantes quanto Ademar Casé, Paulo Tapajós e Edmo do Valle.Longe de mero saudosismo, 'Rádio Nacional - O Brasil em Sintonia' reforça o renovado interesse que a emissora voltou a despertar e reafirma a importância de se registrar e divulgar seu papel na história do país.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

Luiz Carlos Saroldi, Sônia Virgínia Moreira - 2005 - 223 páginas
Fundada em 1936, a Rádio Nacional do Rio de Janeiro ocupou por 20 anos a liderança do rádio no Brasil. Foi a principal emissora da
América Latina e uma das cinco melhores do mundo, "lar" de grandes nomes da época de ouro do rádio no país - como Emilinha, Marlene, Almirante, Gilberto de Andrade, César de Alencar, Noel Rosa, Haroldo Barbosa, Francisco Alves, Orlando Silva e tantos outros.Transmitida em diversos idiomas, para diferentes continentes, sua programação destacava-se pela variedade e riqueza de conteúdos, influenciando a evolução da música e da dramaturgia brasileiras, valorizando características regionais e promovendo a integração nacional. A história da emissora acompanhou a do país, e conserva os ingredientes de suspense, emoção, heroísmo e vilania que marcaram sete décadas decisivas para a nossa tumultuada República. Esse livro resultou de pesquisa iniciada por volta de 1972, com a gravação de uma série de entrevistas com profissionais do rádio tão importantes quanto Ademar Casé, Paulo Tapajós e Edmo do Valle.Longe de mero saudosismo, 'Rádio Nacional - O Brasil em Sintonia' reforça o renovado interesse que a emissora voltou a despertar e reafirma a importância de se registrar e divulgar seu papel na história do país. 

Outras edições - Visualizar todos

Referências a este livro

Todos os resultados da Pesquisa de Livros do Google »

Informações bibliográficas