Pedro e Lua

Capa
CosacNaify, 1 de jan de 2004 - 48 páginas
0 Resenhas
O livro apresenta o garoto Pedro, fascinado pela noite e seus mistérios. Ele é diretamente relacionado com pedra, por uma questão etimológica. Seu encanto foi descobrir num livro que a lua, que faz a noite iluminar-se, também era uma pedra. E, num raciocínio lógico, as pedras encontradas pelo menino não eram mais do que fragmentos do satélite, caídos na Terra. O menino suspeita que as pedras, caídas da lua, sentem saudades de casa e, todas as noites, as empilha a fim de deixá-las mais perto da casa original. Eis que encontra uma tartaruga, cujo casco assemelha-se a uma pedra. O novo animalzinho de estimação de Pedro ganhou um nome bem particular - Lua. Uma verdadeira amizade está para nascer, entre Pedro e Lua. Mas, quem são eles? A pedra designa o objeto e, ao mesmo tempo, Pedro; Lua é o satélite natural e a tartaruga. Todos esses elementos são únicos e inseparáveis. Quando um deles 'sai de órbita', toda a cadeia se desmancha. E é o que acontece quando Pedro vai viajar, de férias, para a cidade. Quando retorna de sua emocionante viagem, sua amiga Lua não vem ao seu encontro. Ela se escondeu no casco e o céu ficou triste, 'Triste igual céu sem lua'. O menino sabia que era a saudade. Como será, agora, a vida de Pedro sem Lua? Os dois amigos algum dia se reencontrarão?

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Informações bibliográficas