Primavera silenciosa

Capa
Editora Gaia, 2010 - 327 páginas
Produto da inquietude de Rachel Carson, "Primavera silenciosa" desafiou a sabedoria de um governo que permitia que substâncias tóxicas fossem lançadas no meio ambiente antes de saber as consequências de seu uso a longo prazo. Por meio de uma linguagem simples e usando informações a respeito das radiações atômicas, Carson descreveu como os inseticidas alteravam os processos celulares das plantas, animais e seres humanos. Um livro para saborear: não pelo lado sombrio da natureza humana, mas pela promessa de possibilidade de vida.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Outras edições - Visualizar todos

Informações bibliográficas