Outros Jeitos de Usar a Boca

Capa
Planeta, 20 de fev de 2017 - 33 páginas
1 Resenha
Maior fenômeno de poesia dos EUA na última década, há mais de 40 semanas no topo das listas de best-sellers Outros jeitos de usar a boca é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume – publicado nos EUA como "milk and honey" – é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar a boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles. Publicado inicialmente de forma independente por Rupi Kaur, poeta, artista plástica e performer canadense nascida na Índia – e que também assina as ilustrações presentes neste volume –, o livro se tornou o maior fenômeno do gênero nos últimos anos nos Estados Unidos, com mais de 1 milhão de exemplares vendidos.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

Sendo um livro poético, apresenta uma moral critica permeando o social e sentimental em pequenos trechos tão singelos e de fácil leitura que encantam até quem não entende de manifestação poética.

Sobre o autor (2017)

Rupi Kaur é uma escritora e artista que vive em Toronto, no Canadá. Aos 5 anos, ela começou a desenhar, um hobby que herdou de sua mãe. Imigrante da Índia, ela não conseguia falar em inglês com outras crianças na escola, o que a fez passar bastante tempo sozinha. Quando aprendeu o idioma, encontrou nos livros os melhores amigos. Ela desenhou até os 17 anos, em 2009, quando passou a se dedicar mais à escrita e às performances. Em novembro de 2014, publicou seu primeiro livro, Milk and Honey – editado no Brasil como Outros jeitos de usar a boca. Hoje ela usa diferentes meios para se expressar: a poesia, a ilustração, o design, a fotografia, os vídeos, a direção criativa. Todos os trabalhos tratam de temas como feminilidade, amor, perda, trauma e cura.

Informações bibliográficas