OS NOVOS PRINCIPIOS DO URBANISMO

Capa
ROMANO GUERRA - 104 páginas
1 Resenha
Neste livro, François Ascher afirma que a modernidade não é um estado, mas um processo constante de transformação da sociedade. O autor destaca a falta de sincronia entre a mutação cada vez mais rápida da sociedade e o processo mais lento de transformações do quadro construído.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

Livro muito interessante, compara três momentos do urbanismo, desde sua "invenção" como ciência, passando pelo urbanismo moderno até o que o autor chama de Neourbanismo, que deve lidar com a atual sociedade do hipertexto. Ascher diz que, no Neo-urbanismo, há uma etapa entre o diagnóstico e a execução.  

Informações bibliográficas