Objetos de Desejo

Capa
Cosac & Naify, 2007 - 347 páginas
Nesta análise radical sobre o design e seu lugar na sociedade, Adrian Forty inaugurou um modelo teórico para o estudo do objeto industrial. Para ele, o design é usado pelas sociedades para expressar seus valores, e suas normas são estabelecidas por condições econômicas e sociais. 'Objetos de desejo' examina a aparência dos bens de consumo nos 200 anos seguintes à introdução da produção mecanizada, com exemplos que vão de canivetes a computadores, de máquinas de costura a vagões de metrô. Mais que uma leitura essencial para as pessoas envolvidas com design, este é um documento revelador sobre nossa sociedade. O livro traz introdução inédita de Adrian Forty para a edição brasileira, além de um projeto gráfico onde o leitor pode montar sua própria capa. Para isso, o volume traz uma cartela de adesivos onde os objetos mais desejados podem ser destacados e colados na capa do livro, criando assim uma edição única para cada leitor.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Informações bibliográficas