O Irlandês: Os Crimes de Frank Sheeran a Serviço da Máfia

Capa
Editora Seoman, 13 de abr. de 2016 - 232 páginas
A partir da envolvente história de Frank Sheeran temos acesso aos basti dores de um matador de aluguel, que discorre também sobre outros notórios assassinatos e proporciona uma rara visão de como funciona a Máfia. Ao longo de quase cinco anos de entrevistas gravadas, Frank Sheeran confessou que fora responsável por mais de vinte e cinco assassinatos a serviço da Máfia, incluindo o de seu amigo Hoffa. Sheeran aprendeu a matar enquanto esteve no Exército dos Estados Unidos; ao voltar para casa, ele se tornou um assassino de aluguel, trabalhando para o lendário chefão do crime Russell Bufalino.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Sobre o autor (2016)

Nascido e criado na cidade de Nova York, Charles Brandt é um ex-professor de Inglês do ensino fundamental, perito-investigador do serviço de assistência social do East Harlem, advogado de acusação em casos de homicídio e primeiro-suplente do procurador-geral do estado de Delaware. Exercendo a advocacia de maneira independente desde 1976, Brandt foi eleito presidente da Associação dos Advogados Criminalistas e da Banca de Juristas Americanos, as duas entidades em Delaware. Foi nomeado por seus pares como um dos "Melhores Advogados dos Estados Unidos" e um dos "Melhores Advogados de Delaware". Ele é frequentemente requisitado como palestrante sobre técnicas de acareação e interrogatório de testemunhas relutantes. Brandt também é autor de um romance baseado em casos criminais de grande repercussão que ele resolveu através de interrogatórios: The Right to Remain Silent ("O Direito de Permanecer em Silencio"). Ele vive entre Lewes, em Delaware, e Sun Valley, em Idaho, com sua esposa, Nancy. O casal tem três filhos adultos.

Informações bibliográficas