O Brasil e a economia global

Capa
Editora Campus, 1996 - 292 páginas
Uma visão crítica e multidisciplinar da globalização, dos desafios impostos pela nova ordem internacional, de seus efeitos sobre a estrutura produtiva e de suas implicações para as políticas nacionais. Esta coletânea, organizada pela SOBEET (Sociedade Brasileira de Estudos de Empresas Transnacionais e da Globalização Econômica), apresenta três ângulos de análise da globalização uma abordagem sociológica, uma visão a partir das relações internacionais e uma tentativa de conceitualizar globalização de um ponto de vista estritamente econômico. Inclui artigo inédito do presidente Fernando Henrique Cardoso (Relações Norte-Sul no Contexto Atual Uma Nova Dependência) e artigos do embaixador Celso Amorim, Renato Baumann (UnB e CEPAL), Luciano Coutinho (UNICAMP); Alvaro Zini (USP); Carlos Eduardo de Freitas (FGV-DF); José Tavares de Araujo Jr., Reinaldo Gonçalves, Ricardo Bielschowsky, Lia Haguenauer, João Carlos Ferraz e David Kupfer (UFRJ); Vivianne Dias, Juan Carlos Lerda , Giovanni Stump e Eduardo Felipe Ohana (CEPAL).

De dentro do livro

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

Hoje em dia, é fundamental entender a Economia e também outros setores de estudo da vida social, como Ciência, Tecnologia, Política e Educação, não mais olhando só para dentro das fronteiras do país.
E este livro, composto por treze artigos de renomadas autoridades, visa exatamente dar a fundamentação teórica necessária para o estudo do fenômeno que se costuma denominar como Mundo Globalizado, e foi organizado por Renato Baumann, na ocasião, como presidente da SOBEET – Sociedade Brasileira de Estudo de Empresas Transnacionais e da Globalização Econômica.
A obra é dividida em duas partes. A primeira é integrar o leitor ao assunto, particularmente ao conceito de Globalização, enquanto que a segunda trata objetivamente da contextualização da forma como o Brasil se enquadra no mundo globalizado.
O livro começa com o relato do sociólogo e ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso sobre quadro que marcou o fim da Guerra Fria, na qual o capitalismo norte-americano venceu o marxismo soviético. Nesta conjuntura, não cabe mais o discurso vago por um mundo mais justo, pois perspectivas bem mais alarmantes que a injustiça do capitalismo surgiram: as questões globais, ligadas ao meio ambiente e o perigo bélico e nuclear. Surge então a maior integração entre os países, que só atingirá às nações que estiverem mais bem preparadas (infraestrutura, Educação, Ciência e Tecnologia são fundamentais aos países que intencionarem um papel importante no mundo globalizado).
 

Conteúdo

O Brasil entre o Poder da Força e a Força do Poder
55
Concorrência Competitividade e Política Económica
75
Liberdade Cambial no Brasil
87
Direitos autorais

1 outras seções não mostradas

Termos e frases comuns

Informações bibliográficas