Nao apresse o rio (ele corre sozinho)

Capa
Summus Editorial, 1978 - 296 páginas
Um relato a respeito do uso que a autora faz da Gestalt-terapia e dos caminhos do Zen, Krishnamurti e índios americanos para aprofundar e expandir a experiência pessoal e o trabalho através das dificuldades. 'Temos que nos colocar de cabeça para baixo e inverter a nossa maneira de abordar a vida.'
 

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Páginas selecionadas

Conteúdo

Seção 1
5
Seção 2
7
Seção 3
9
Seção 4
52
Seção 5
91
Seção 6
126
Seção 7
176
Seção 8
217
Seção 9
224
Seção 10
230
Seção 11
Direitos autorais

Informações bibliográficas