Longe de Manaus: o romance da solidaõ portuguesa

Capa
Editora Record, 2007 - 462 páginas
1 Resenha
Em LONGE DE MANAUS, a morte de um homem desconhecido num apartamento do Porto é o ponto de partida para uma investigação que leva Jaime Ramos de Portugal para Brasil e Angola. NEsse triângulo vivem personagens solitários, pessoas que somem sem deixar rastros e cujos últimos passos o detetive tenta retraçar com o auxílio da imaginação. HÁ homens sem biografia nem memória, mulheres que desafiam o conformismo e a mediocridade do seu pequeno mundo, seres humanos que perderam todas as ilusões e se limitam a procurar não morrer. ESse percurso transportará o leitor da Beirute do século XIX até o coração da Amazônia e da Manaus contemporânea, do Porto a São Paulo, de Luanda ao Rio de Janeiro e ao Amapá, da Guerra de Angola e da Guiné aos apartamentos vazios onde são encontrados cadáveres, memórias e silêncios. LONGE DE MANAUS É o romance da solidão portuguesa, o retrato distante e desfocado de um país abandonado às suas memórias e ao seu desaparecimento. FAz da intriga policial um pretexto para reflexões sobre a vivência do tempo, a partilha dos pequenos prazeres e as relações humanas.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Outras edições - Visualizar todos

Informações bibliográficas