Imprensa negra no Brasil do século XIX

Capa
BOD GmbH DE, 1 de jan. de 2010 - 184 páginas
Ao longo do século XIX, indivíduos e grupos negros letrados criaram espaços na imprensa para tratar dos assuntos que consideravam importantes e expor suas ideias sobre os rumos do país. Experiências cotidianas e variadas de enfrentamento do racismo, a criação de redes de sociabilidade e o uso de instrumentos legais para promover a cidadania foram registradas nas páginas de jornais assinados por "homens de cor" e dirigidos a eles. Ao ressaltar momentos marcantes da imprensa negra oitocentista, este livro debate as formas de resistência negra e contribui para o enfrentamento da discriminação racial no Brasil. Num momento em que nosso país depara com temas polêmicos, como o Estatuto da Igualdade Racial e as cotas em universidades, a Coleção Consciência em Debate pretende discutir assuntos prementes que interessam não somente aos movimentos negros como a todos os brasileiros. Fundamental para educadores, pesquisadores, militantes e estudantes de todos os níveis de ensino. Coordenação de Vera Lúcia Benedito.

De dentro do livro

Conteúdo

Seção 1
4
Seção 2
5
Seção 3
9
Seção 4
13
Seção 5
15
Seção 6
23
Seção 7
53
Seção 8
103
Seção 9
137
Seção 10
173
Direitos autorais

Outras edições - Ver todos

Sobre o autor (2010)

Ana Flávia Magalhães Pinto Nasceu em Planaltina, Distrito Federal, em 1979. É doutora em História pela Unicamp, mestre em História pela UnB; bacharel em Jornalismo pelo UniCEUB e licenciada em História pela Unip. É professora do Departamento de História da UnB, atuando na graduação e pós-graduação. Também compõem o quadro de professores/as do Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos da mesma universidade. Intelectual ativista dos Movimentos Negro e de Mulheres, atualmente é coordenadora da regional Centro-Oeste do GT Emancipações e Pós-Abolição da Anpuh e integrante da Rede de Historiadoras Negras e Historiadores Negros. Desde a primeira graduação, desenvolve pesquisas articulando conhecimentos das áreas de História, Comunicação, Literatura e Educação, com ênfase em: atuação político-cultural de pensadores/as negros/as, imprensa negra, abolicionismos e experiências de liberdade e cidadania negras no período escravista e no pós-abolição no Brasil e em outros pontos da Diáspora Africana. Tem se dedicado à escrita e à edição de artigos acadêmicos e de divulgação científica. Compõe a equipe editorial da coluna multimídia “Nossas Histórias”, no portal Geledés e na Cultne.TV; e integra o quinteto que assina a coluna “Presença Histórica” no UOL. É autora de “Escritos de Liberdade: literatos negros, racismo e cidadania no Brasil oitocentista” (Editora da Unicamp) e de “Imprensa Negra no Brasil do Século XIX”, publicado pela Selo Negro.

Informações bibliográficas