Historia do existencialismo e da fenomenologia

Capa
EPU, 1989 - 315 páginas
0 Resenhas
Esse livro trata do existencialismo e da fenomenologia como correntes de pensamentos divergentes e até antagônicas, sob vários aspectos. Porém, ambos são reflexos de exigência igual, a saber, fidelidade ao real. As raízes do existencialismo encontram-se com as aspirações expressas por Husserl na exigência de voltar às próprias coisas. A unidade e a continuidade de ideal se evidenciam desde Kierkegaard e Nietzshe, em seus protestos existencialistas; na procura do último significado do ser de Heidegger; nas análises fenomenológicas da realidade ética, religiosa e sociológica de Scheler; na filosofia do diálogo de Buber; na filosofia da existência e da verdade situacional de Jaspers.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Referências a este livro

Todos os resultados da Pesquisa de Livros do Google »

Informações bibliográficas