Flamengo: o vermelho e o negro

Capa
Ediouro, 2001 - 231 páginas
Não o flamengo não é o 'mais querido do Brasil'. É o mais querido do mundo. Sua torcida equivale à população inteira de certos países e, na vitória ou na derrota, não pára de crescer. Neste livro, o rubro negro Ruy Castro conta a história de um clube carismático que, fundado em 1895, já está no seu terceiro século de glórias. Nascido no mar, o Flamengo das regatas já arrebatava multidões. Quando aderiu ao futebol, foi pioneiro em desbravar o interior do Brasil e em lá plantar sua torcida, unindo milhões de brasileiros, geração após geração, ao redor de suas cores. Por que tanta paixão? Por causa dos craques que o defenderam (de Leônidas e Zizinho a Zico e Junior), dos títulos que conquistou (dos quatro tricampeonatos cariocas ao mundial do Japão) e da raça que é sempre, sempre a sua marca.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Outras edições - Visualizar todos

Informações bibliográficas