Filosofia na Alcôva, A

Capa
Editora Iluminuras Ltda, 1999 - 255 páginas
1 Resenha
A obra em forma de diálogos trata da educação sexual de uma jovem, apresentando, além do erotismo, posições ideológicas que discutem os ideais republicanos e as submissões de uma maneira geral. O romance se passa no quarto, num cenário de coxins, divãs, almofadas e lençóis, onde a jovem Eugénie aprende as artes da libertinagem através do experiente Dolmancé e da senhora de Saint-Ange.
 

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Comentário do usuário - Sinalizar como impróprio

Libertinagem e apologia a tudo que é considerado imoral. Mesmo para nós, que julgamos viver numa sociedade "liberal", o livro pode ser chocante, e até causar mal estar. Mas de qualquer forma, é muito bom para perceber alguns ideais que rondavam a mente de franceses liberais pós-revolução. A necessidade desesperada de se afirmar como uma nova sociedade, renascida, e abandonar e rejeitar qualquer coisa que remeta à nobreza francesa. 

Conteúdo

NOTAÀTRADUÇÃO
10
Segundo diálogo
23
Quarto diálogo
87
Franceses mais um esforço se quereis ser republicanos
123
Sexto diálogo
181
Notas
199
A REVOLUÇÃO DA PALAVRA LIBERTINA
247
Direitos autorais

Outras edições - Visualizar todos

Termos e frases comuns

Informações bibliográficas