Estudo farmacognóstico comparativo entre duas espécies da família Tropaeolaceae que ocorrem na região sul do Brasil; Tropaeolum majus L. e Tropaeolum pentaphyllum Lam: em busca de atividade anti-Leishmania chagasi e anticoagulante sobre plasma humano

Capa
2007 - 103 páginas
0 Resenhas
O estudo farmacognóstico comparativo das folhas de duas espécies de capuchinha, T majus e de T pentaphyllum, constituiu o escopo deste trabalho. Artigos científicos sobre a espécie T majus reportam a atividade antibacteriana, antifúngica, antiviral e antitumoral, devidas ao benzilisotiocianato, presente nos órgãos aéreos da espécie. Na medicina popular, também é utilizada para "afinar" o sangue. O efeito anticoagulante é de grande importância para indivíduos predispostos a distúrbios hemostáticos. No âmbito farmacológico, foram avaliadas, in vitra, as atividades anticoagulante sobre o plasma humano e antileishmania dos extratos e das frações. O benzilisotiocianato não apresentou atividade anticoagulante nem antileishmania. Foi observada atividade anticoagulante nos ensaios com os extratos e as frações hidrofílicas de Tmajus e de T. pentaphyllum e a ausência de efeito destes sobre a viabilidade da forma promastigota de Leishmania chagasi. Os resultados apontam os flavonóides como os responsáveis pelo prolongamento do tempo de trombina provocado pelos extratos de T.majus e T pentaphyllum.

O que estão dizendo - Escrever uma resenha

Não encontramos nenhuma resenha nos lugares comuns.

Informações bibliográficas